Crearte Editora - Livros Publicados 

 

 

     Nossa História Nossa Gente - Vol. 1, Vol. 2 e Vol. 3 - 2016

(15 x 21 cm - 210 páginas)

 

A iniciativa deste trabalho visa a valorização da memória local, colhendo depoimentos e impressões junto à comunidade. As pesquisas com entrevistas e formação do banco de imagens foram realizadas de 2012 a 2014 destacando fatos, acontecimentos e pessoas. Os convidados participaram de ações que levam o nome deste livro como um programa semanal na TV Votorantim e uma coluna semanal na Gazeta de Votorantim. Esta publicação representa a conclusão do projeto Nossa História Nossa Gente.

Cesar Silva

Email: nossahistorianossagente@gmail.com

 

O Menino Que Brincava nas Nuvens - 2016

(15 x 21 cm - 40 páginas)

 

Há várias histórias sobre conversas com um eu alternativo, voltas no tempo e a extraordinária situação que um homem pode ter, de repente, de estar frente a frente consigo mesmo. O que diria?
É um pensamento fascinante, mas poucos conseguem alcançar a extensão da grandiosidade da situação e o valor da oportunidade.
O Menino Que Brincava Nas Nuvens deixa em nós a magia da experiência, a pureza que trazemos dentro de nós e a certeza de que, se soubermos guardar o coração, aprenderemos, verdadeiramente, brincar de viver.

Sergio Diniz da Costa

Email: sergiodiniz.costa2014@gmail.com

 

Meu Pequeno Mundo - 2016

(15 x 21 cm - 36 páginas)

 


Bosco da Cruz

Email: boscocruz2013@bol.com.br

 

Negro em Porto Feliz - 2016

(15 x 21 cm - 220 páginas)

 

Ao longo do tempo e em espaços diferentes a História local tem demonstrado força popular tanto como uma atividade quanto como uma forma literária. Raphael Samuel conta que os jornais municipais da Inglaterra no século XIX faziam sucesso dedicando até meia página semanalmente para as notas de antiquários, que era uma forma em série de abordar temas das Histórias locais daquele tempo.
No Brasil ocorria o mesmo. Jornais ituanos do século XIX também ganhavam leitores quando nas suas edições estampavam matérias sobre a História de Itu. É interessante ressaltar que o gosto resistiu século e meio, e hoje, em que pese as profundas transformações nas formas e meios de circulação da cultura, o pesquisador pode prover com sucesso material significativo para a História local.
“As pessoas estão continuamente colocando para si mesmas questões relacionadas ao local onde moram e sobre como viveram seus antepassados”.
É o que faz Carlos Carvalho Cavalheiro em artigos publicados no jornal Tribuna das Monções e reunidos neste belo livro, onde busca no recorte do micro os sinais e relações da totalidade social, os homens e mulheres de “carne e osso”, para usar uma imagem cara ao historiador francês Lucien Febvre.

 

Jonas Soares de Souza
Historiador

Carlos Carvalho Cavalheiro

Email: carlosccavalheiro@gmail.com

 

Clareando - 2016

(15 x 21 cm - 44 páginas)

 

“TERRA DE FREI PACÍFICO”
Letra e música de Luizinho e Moreninho
(Luiz Henrique e Zé Bueno)


Cidade linda e abençoada!
Terra Santa do Brasil!
Fundada por Frei Pacífico, missionário varonil.

Itaporanga era mata, pelos índios habitados,
quando chegou Frei Pacífico ficaram todos espantados;
Suas vestes eram compridas e um cordão pendurado,
um capuz cobrindo os ombros, rindo para o povoado.
E ali permaneceu, catequizando seu povo,
sua tribo esperava qualquer coisa de novo.

Pra matar o missionário, os índios estavam combinados,
por uma índia cristã o Frei foi avisado
e o padre não desanimou tudo aqui é magnífico,
padroeiro é São João, fundador é o Frei Pacífico.

Daquele tempo pra cá, tudo aqui se transformou,
aqui era um sertão e uma cidade ficou.
Hoje somos todos alegres, ninguém pensa o que passou,
vamos fazer nossas preces ao missionário do Senhor, ô, ô, ô.

Élcio Mário Pinto

Email: elcioescritor@gmail.com

 

Absolutices - 2016

(15 x 21 cm - 44 páginas)

 

Adriana Rocha nasceu em Itapetininga/SP. Viveu a primeira infância no Bairro São Roque. Morou em Tatui e escolheu Sorocaba como sua cidade em 1993. Fez Direito na Fadi Sorocaba e pós graduação em Educação à Distância pelo Lante/UFF. Atua como advogada e mediadora de conflitos. Lançou o primeiro livro solo "Esti(g)ma" em 14/02/2015, ao completar 41 anos. Em parceria com o marido, o também escritor Élcio Mário Pinto, lançou o livro pioneiro "Fale, Criança! Uma proposta de mediação infantil", com ilustrações de Caique Ferraz em 2014. Em sua escrita, a liberdade, a redenção e a epifania não são meros temas, mas verdadeiras manifestações subjetivas e reveladoras do Ser.

Adriana da Rocha Leite

Email: contato@lexmediare.com.br

 

Flores de Ana Cristina - 2016

(15 x 21 cm - 44 páginas)

 

"A leitura é a chave para um universo que não tem fim."

Ana Cristina Rodrigues Henrique

Email: anacristinaescritora@hotmail.com

 

Rimando a Vida - 2015

(15 x 21 cm - 40 páginas)

 

Hoje vou aqui lembrar
Um saudoso professor
Que há muito conheci
Também grande preletor

Trazia sempre em pastas
Uns escritos bem rimados
Sua forma de ensinar
A anônimos e prezados

Mohan era seu nome
Ressaltava a positividade
Espalhando boas mensagens
Andando pela cidade

Eis aqui algumas palavras
Por ele bem ajambradas
Recordam aquelas verdades
Antigas e tão pouco lembradas

 

Aqui e agora eu desbravo um novo horizonte
Com a minha alma límpida e pura
A água da minha vida é igual à da fonte
Pois eu sou o Universo em miniatura

Prof. Mohan Yabiku (in memorian)

Jorge Facury Ferreira

Email: jorgefacuryautor@gmail.com

 

Nó na Língua - Pra Brincar de Poesia - 2015

(15 x 21 cm - 40 páginas)

 

Trata-se de um livro de poesia que explora, ludicamente, o jogo sonoro de palavras, sem a pretensão de que os versos tenham um sentido pleno ou tragam alguma mensagem clara ao leitor.

A ideia é brincar com a possibilidade de combinações sonoras, porque nosso idioma é rico em sonoridade e isso possibilita mil e uma combinações, que tornam a arte de compor poesia uma atividade lúdica agradável, tanto para quem se atreve a escrevê-las quanto para quem ouve a poesia lida em voz alta.

Na verdade, Nó na Língua é uma tentativa de despertar na criança o gosto gostoso (epa) pela poesia. Isso sem teorias ou regras rígidas, algo que, de certa forma, há tempo se perdeu, pois, antigamente, as cantigas de roda, do folclore brasileiro, tinham o papel de aproximar a criança do mundo da sonoridade das palavras. O imaginário vinha junto.

Aqui, queremos, apenas e tão somente, reencontrar o prazer de ler a combinação engraçada que essas palavras nos permitem fazer, tendo como referência as onomatopéias, as aliterações, assonâncias, as cacofonias que estão muito presentes na nossa cultura popular e que, aos poucos, foram sendo esquecidas ou apontadas como meros vícios de linguagem. E, assim, quem sabe aquele que lê não possa também brincar de fazer poesia.
 
Sim! Este livro é um convite para o poeta que há em cada criança, que desperte e cante livremente a beleza de ser um eterno aprendiz.

João Alvarenga

Email: alvarenga@objetivosorocaba.com.br

 

Este Número De Telefone Não Existe - 2015

(15 x 21 cm - 40 páginas)

 

O tema escolhido pelo autor «Este Número De Telefone Não Existe» retrata a realidade crua do diálogo à distância, dispersor da timidez e evocador das condições mais subliminares do ser humano.

Desde os tempos dos velhos telefones de ebonite aos atuais celulares que se convertem em minicomputadores portáteis, a história é a mesma: não havendo o concurso do toque físico, do calor, dos olhos nos olhos, ao vivo, o ser humano se deixa incendiar por imaginação e volúpia, dando asas aos seus desejos mais recônditos.

Este livro convida o leitor a conhecer tal medida de coisas e refletir sobre sua validade, que tanto pode ser inócua, quanto desnortear vidas. O fio da navalha é a reflexão obrigatória no texto de André da Silva Barros. Aos leitores, a percepção única.

 

Prof. Jorge Facury

André da Silva Barros

Email: andre_sbarros@hotmail.com

 

Primeiras Crônicas - 2015

(15 x 21 cm - 44 páginas)

 

O Amor Venceu em Mim da escritora sorocabana Rosana Lima, estreante no mundo das letras, retrata sua história de vida contada em versos.
Apresenta situações de luta, esperança, fé e superação, pois todos estamos sujeitos às mazelas da vida e devemos compreender que mesmo assim, existem dias de chuva e dias de sol, o que precisamos é ter coragem para enfrentá-los.
Rosana Lima encontrou o amor verdadeiro. Revela a nós, leitores, a experiência fantástica de caminhar todos os dias acreditando na vida, enfrentando desafios e superando dificuldades garantindo que o modo como observamos o mundo é a escolha da realidade que vamos viver.

Professora Adriana Eloisa Gabriel

Escola Estadual Prof. Luiz G. de Camargo Fleury

 

Eu no Zimbabwe - 2015

(15 x 21 cm - 40 páginas)

 

Este livro é a continuação do meu diário da África do Sul. Eu e meu marido fomos para a Jocum (Ywam) da cidade de Worcester na África do Sul para estudarmos inglês e missões. Trata-se do diário de quando estivemos no Zimbabwe, outro país africano que faz fronteira com a África do Sul. O tempo em que estivemos lá foi o prático da escola de missões.

Jaqueline M. Almeida

Email: jaquelilian@hotmail.com

 

Eu na África do Sul - 2015

(15 x 21 cm - 40 páginas)

 

 

Jaqueline M. Almeida

Email: jaquelilian@hotmail.com

 

Por Trás Daquela Foto - 2015

(15 x 21 cm - 40 páginas)

 

Este livro é composto de produções escritas baseadas nas fotos que acompanham cada texto. Os autores são alunos da E. E. Prof. Genésio Machado, que, em 2014 – ano de produção dos escritos – , cursavam o ensino médio (2o B e 2o G).

Um objetivo deste trabalho era despertar nos estudantes o espírito contemplativo indispensável à apreciação das artes em geral e, particularmente, da literatura.

Os jovens registram hoje milhares de fotografias em seus celulares, mas em quantas delas eles realmente se concentram para VER com atenção?

Professor Hélio Ricardo Ribeiro

Escola Estadual Prof. Genésio Machado

 

Etéreas - Um Novo Horizonte - 2015

(15 x 21 cm - 40 páginas)

 

E, se somos realmente homens, seres humanos, coroados com a razão e se temos o amor da humanidade dentro de nós, então a poesia, essa arte de excitar a alma com uma visão do mundo; a poesia, essa manifestação da beleza ou do sentimento estético por meio da palavra; a poesia, que é aquilo que há de elevado e comovente nas pessoas ou nas coisas e que desperta o sentimento do belo, é uma bandeira, um pavilhão, um estandarte, um pendão, um lábaro, que “ostentas, estrelado/ E diga o verde-louro dessa flâmula”: poesia no passado, poesia no presente e poesia no futuro.

Sérgio Diniz da Costa

Email: sergiodiniz.costa2014@gmail.com

 

24 Olhares Verdes - 2015

(15 x 21 cm - 40 páginas)

 

“24 Olhares Verdes”, mais do que um simples projeto idealizado pela Academia Votorantinense de Letras, Artes e História – AVLAH, e realizando seus mais altos objetivos culturais, foi um convite e um agradecimento. Um convite que se fez para a sociedade, por meio da Secretaria de Educação de Votorantim, e das crianças, em particular, para que se lançasse um olhar infantil sobre a natureza, pois, afinal de contas, delas será o futuro deste que desejamos continue a ser “o belo planeta azul.”

São 24 contos, 24 olhares, 24 reflexões de crianças do Ensino Fundamental, pois, fundamental, imprescindível é a preocupação com este Ninho Verde, de um Planeta Azul, onde, após as torrenciais chuvas de ataques à natureza, o Arco-Íris, símbolo transcendente da aliança entre o Supremo Criador e os homens, continua resplandecendo no céu de nossas esperanças.

E é um agradecimento, também. Agradecimento à Vida, dádiva maior do Pai Celestial, pois, por seus caminhos, todos nós, um dia, retornaremos a Ele.

Academia Votorantinense de Letras, Artes e História


 

Poemas - 2015

(15 x 21 cm - 40 páginas)

 

As brincadeiras de rimas, a criatividade e a construção de poemas foram nossas inspirações para a construção desta obra.
O livro POEMAS mostra um pouco do que os alunos aprenderam nas aulas de Língua Portuguesa.
Vale a pena ler e conhecer as belas poesias escritas pelos nossos alunos.

Professora Cristina

Colégio Anglo

 

A Mata de Al - 2015

(15 x 21 cm - 44 páginas)

 

 

Élcio Mário Pinto

Email: elcioescritor@gmail.com

 

A Menina que Virou Passarinho - 2015

(15 x 21 cm - 40 páginas)

 

 

Élcio Mário Pinto

Email: elcioescritor@gmail.com

 

A Vida que Veio do Barro - Conversando com João - 2015

(15 x 21 cm - 44 páginas)

 

 

Élcio Mário Pinto

Email: elcioescritor@gmail.com

 

Bem-Tim-Bó - 2015

(15 x 21 cm - 44 páginas)

 

 

Élcio Mário Pinto

Email: elcioescritor@gmail.com

 

Cor-Uchas: Voos da Noite - 2015

(15 x 21 cm - 44 páginas)

 

 

Élcio Mário Pinto

Email: elcioescritor@gmail.com

 

Gaturamo Verdadeiro - Os Presentes do Criador - 2015

(15 x 21 cm - 44 páginas)

 

 

Élcio Mário Pinto

Email: elcioescritor@gmail.com

 

Socratisa - Parteira de Livros, Escultora de Ideias - 2015

(15 x 21 cm - 40 páginas)

 

 

Élcio Mário Pinto

Email: elcioescritor@gmail.com

 

Via Láctea - O Caminho da Volta! - 2015

(15 x 21 cm - 36 páginas)

 

 

Élcio Mário Pinto

Email: elcioescritor@gmail.com

 

O Amor Venceu em Mim - Contado em Versos - 2015

(15 x 21 cm - 160 páginas)

 

O Amor Venceu em Mim da escritora sorocabana Rosana Lima, estreante no mundo das letras, retrata sua história de vida contada em versos.
Apresenta situações de luta, esperança, fé e superação, pois todos estamos sujeitos às mazelas da vida e devemos compreender que mesmo assim, existem dias de chuva e dias de sol, o que precisamos é ter coragem para enfrentá-los.
Rosana Lima encontrou o amor verdadeiro. Revela a nós, leitores, a experiência fantástica de caminhar todos os dias acreditando na vida, enfrentando desafios e superando dificuldades garantindo que o modo como observamos o mundo é a escolha da realidade que vamos viver.

Rosana Lima

Email: brechorosana@hotmail.com

 

Quase Muertos en la Biblioteca - 2015

(15 x 21 cm - 40 páginas)

 

Conhecer o mundo e as pessoas através dos livros é muito diferente de conversar com eles, ouvi-los, tocá-los e por eles ser conhecido. Esta é a maior experiência na vida do menino Rique que visitando a Biblioteca Nacional de Brasília aprende a dialogar com os livros, ouvir suas experiências e conhecer todos os movimentos que acontecem na Biblioteca. Então, para melhor entender os livros, a partir de agora, é bom aprender a percebê-los do jeito que eles são: participativos e falantes para quem quer ouvi-los.

Élcio Mário Pinto

Email: elcioescritor@gmail.com

 

Violeiros do Além - 2015

(15 x 21 cm - 40 páginas)

 

Sem que ninguém percebesse, eis que a festa animada por uma orquestra de violas caipiras recebe dois violeiros desconhecidos. Naquela noite, a própria Morte quis festejar a alegria com os vivos. Para coroar as lembranças com lágrimas, o próprio autor se encontra com seu irmão violeiro que do Além e naquele palco, faz um cumprimento especial para agradecê-lo, enquanto sua viola “chora” nas cordas de aço. Temos que conhecer estas e outras coisas, enquanto estamos nesta Terra!

Élcio Mário Pinto

Email: elcioescritor@gmail.com

 

Pássaros Libertos - 2015

(10 x 15 cm - 40 páginas)

 

Pássaros Libertos, de Wellinquelitta Lorca Bueno é um livro de poucas páginas, daqueles de leitura fácil e que fazem o tempo escorrer suavemente. E é uma obra cujo enredo é de uma tessitura literária simples, centrada em Lucas, um menino que dizia amar os pássaros, mas que os prendia por causa de sua beleza, para ter suas cores presas a ele, e de um comerciante, Oséias, que ensinou a Lucas o valor da vida, dos “presentes de Deus”, ofertados como torrentes de bênçãos à humanidade.

E é assim que, nesta obra de aparente singeleza literária, emerge, com a força das tempestades da Fé e do respeito à Natureza, o verdadeiro sentido da palavra “Liberdade”, com a qual, também somos pássaros... Pássaros Libertos!


Sergio Diniz da Costa
Advogado aposentado, escritor, poeta, revisor de livros e membro da Academia Votorantinense de Letras, Artes e História.

Wellinquelitta Lorca Bueno

Email: wellin_arte@yahoo.com.br

 

Entre Quatro Paredes de Poesia - 2015

(15 x 21 cm - 110 páginas)

 

É sempre entre quatro paredes, onde tudo é permitido e o verso é livre, na intimidade do ser e nos recantos da alma, que nasce a poesia. Alma que se reveza em ser nada, quando se enche de mundo, ou ser literatura, quando se derrama em versos. Entre Quatro Paredes de Poesia reúne alguns trabalhos de quatro jovens escritoras brasileiras que utilizam a arte como elemento transformador e libertador, quebrando toda resistência ao amor e atravessando quaisquer muros que possam existir dentro de você. Uma obra inovadora e envolvente que você não vai querer deixar entre quatro paredes, vai?

 

Dayan Marchini

Email: dayanmarchini@hotmail.com

 

O Padre Que Comia Alface - 2015

(15 x 21 cm - 40 páginas)

 

Não é qualquer um que consegue juntar boa estética literária com sabor caipira. Daí a leitura fácil e envolvente do conto à disposição do leitor, nas páginas seguintes. Talvez tenha sido eu esse privilegiado leitor. Posso, então, recomendá-lo, com segurança e verdade. O amigo Élcio mostrou-se aqui conhecedor competente da arte de contar, unindo, jeitosamente, imaginação e realidade, num ambiente de religiosidade popular em choque com ordenamentos eclesiásticos oficiais. Tenho certeza de que esta leitura poderá suscitar duas atitudes muito positivas. A primeira seria ampliar o contato com a literatura nacional de raiz. A segunda, estimular este jovem autor a que siga em frente, compondo mais contos do tipo, porque os acertos e desacertos entre o Padre Petrônio e o Bispo Rubão dão pano pra muita manga. Aldo Vannucchi Mestre em Filosofia e Teologia e licenciado em Pedagogia, com cursos superiores em Roma, Genebra e Louvain. Foi professor e diretor da Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Sorocaba. Liderou a criação da Universidade de Sorocaba, da qual foi o primeiro reitor e também membro do Conselho Nacional de Educação

 

Élcio Mário Pinto

Email: elcioescritor@gmail.com

 

Estigma - 2015

(15 x 21 cm - 40 páginas)

 

Adriana Rocha nasceu em 14 de fevereiro de 1974, em Itapetininga/SP (Bairro São Roque). Buscou na leitura e nos estudos uma nova forma de viver. Falante, aprendeu, ao longo da vida que ouvir é fundamental. E ao fazê-lo entrou em contato com o «eu» não revelado: o seu e o dos outros. Assim nasceu este livro: dos silêncios em ouvir pedidos de socorro e manifestações de liberdade.

 

Adriana da Rocha Leite

Email: contato@lexmediare.com.br

 

Entrenós - 2015

(15 x 21 cm - 143 páginas)

 

A Filosofia já me provocava antes da faculdade!

Ela me empurrou com suas muitas perguntas e me ensinou a buscar respostas para as coisas. Eu sentia seus beliscões desde o primeiro livro que ganhei do Zé Cardoso, em 1981.

O desafio que começou com o lançamento do “Cronicranças 1 – Crônicas para Crianças – Perguntanças e Resposteiras”, continua aqui, de um jeito diferente: levar as crianças para dentro da Filosofia. Ainda que os outros estudos que fiz de Teologia e Pedagogia tenham me ajudado, o que mais contou nestas aventuras de viagens e conversas com os filósofos gregos foi a sensibilidade para conviver com as crianças! Acredito ter aprendido a ouvir mais para escrever as experiências do cotidiano e aquelas da imaginação. Também descobri que a criatividade é parte da realidade e por isso, as verdades ultrapassam nossos conhecimentos.

Para escrever sobre as coisas que aconteceram, saibam que recebi ajuda das experiências que vivi nas escolas quando fui professor, coordenador pedagógico e diretor. E quem mais me ensinou a entender o que vivemos naquelas viagens pelo tempo e pelo espaço, não tenho dúvidas, foram as crianças. Hoje sou supervisor e elas continuam me ensinando! Atualmente, com a turma do projeto “Fale, Criança!”, da LEXMEDIARE, estou juntando o que a Natureza me oferece: os estudos que faço com as novas experiências das convivências que tenho. Muito prazer! Eu me chamo Élcio Mário Pinto.

 

Élcio Mário Pinto

Email: elcioescritor@gmail.com

 

       
Projeto Formando Escritores - 2015
(15 x 21 cm - 40 páginas)

 

Ler é um ato que antecede a alfabetização. É um hábito que nos faz conhecer mundos e ideias. O Projeto Formando Escritores no Colégio Bela Alvorada completa 6 anos em 2014. Idade em que somos inseridos com maior propriedade, no mundo letrado. Que maravilha é a leitura! Que maravilha é poder receber estímulos, somar ideias e transferir para o papel o pensamento diante dos nossos sentimentos. Parabéns estudante pela dedicação ao ato de ler, criar e escrever, numa época em que a tecnologia é avançada e sem nossa reflexão, nos devora sem piedade. Parabéns família pelo incentivo positivo a leitura e a escrita! Pensemos no que Bill Gates diz: “Meus filhos terão computadores, sim, mas antes terão livros. Sem livros, sem leitura, os nossos filhos serão incapazes de escrever – inclusive a sua própria história”. Obrigada ao Colégio Bela Alvorada que deu luz ao Projeto Formando Escritores em 2009 e o mantém até hoje. Viva os momentos privilegiados de estudo... Abraços!

 

Diretora Adriana Brunelli

http://facebook.com/colegiobelaalvorada

 

Uma Vida... um sonho... uma partida - 2014

(15 x 21 cm - 40 páginas)

 

Este livro, bom por sinal, conta a saga da família Papa, que como tantas outras, veio para nosso país em busca de segurança.
De forma direta, numa linguagem clara, Clélia Pereira Leonetti, a quem tenho a honra de chamar de tia, fez mais uma demonstração de um dos atributos mais admiráveis que herdamos de nossos antepassados: a coragem.
A coragem de distribuir a nós, nossos filhos, netos, bisnetos e os que se sucedem, amigos, velhos conhecidos, como a tantos outros, um pedacinho daquela que pode ser a história de cada um, mas num olhar delicado e dedicado.
Delicado na medida em que, do preto e branco das páginas deste livro, brotam as cores da alma da autora que colorem a narrativa com emoções fortes. Dedicado, porque nossa geração esquece que para pretender um futuro valioso, é necessário olhar ao passado e dele resgatar aquilo que fez de nós o que somos, o selo que marca nossa existência.
Quando o Sumo Pontífice no Brasil, rezou a “Ave Maria” em latim, pude ver meu pai, irmão da autora, rezar com ele, pois aprendeu com a “Nona”. A essa coragem e dedicação, meu orgulho e honra em poder deixar esta simples mas verdadeira impressão sobre a autora, que sozinha, realizou o sonho de muitos de nós.

Silvia Helena Pereira Negretti

 

Clélia Maria P. Leonetti

Email: clelia.leonetti@yahoo.com

 

História Ilustrada do Templo de Salomão - 2014

(15 x 21 cm - 188 páginas)

 

Através de um trabalho extremamente criterioso e imparcial o pesquisador Gilson Sanches apresenta a história do Templo de Salomão, sua construção, detalhes, objetos, funções e significados, bem como, o rei Salomão e outros personagens e fatos que permearam a magnífica história da “morada” de Deus na Terra. Este tema empolgante instiga o interesse de pessoas de diferentes religiões, culturas e áreas de interesses diversificadas como as iniciáticas, esotéricas e filosóficas. A Bíblia Sagrada é a fonte essencial dessas informações e descrições, revelando a construção do Templo e sua história. Cada detalhe tem a sua adequada interpretação dentro do contexto histórico, geográfico, cultural, religioso e espiritual. Ao compreendermos o vínculo comum entre o símbolo e aquilo que ele representa, descobriremos a verdade que Deus deixou transparecer. E nesse sentido simbólico, o Templo é o lugar da oração, do sacrifício e da consagração. Nesta publicação, todas estas informações foram unificadas com ilustrações do autor que complementam e dinamizam as narrativas, tornando a compreensão da história do Templo ainda mais fascinante e majestosa.

 

Gilson Sanches

Email: gilpanzer@gmail.com

 

O Carvalho - 2014

(15 x 21 cm - 160 páginas)

 

Chega à região um forasteiro, Seo Antônio, velho quilombola prontamente acolhido pelo lenhador Almar. Em pouco tempo, os rumores dos feitos do visitante se propagam pelas fazendas e cidades das redondezas, da mesma forma que a forte luz de um cristal encontrado misteriosamente dentro de um carvalho pelo lenhador.
A partir daí, muitos recorrem a eles para entender estranhos acontecimentos que começam a surgir na vida dos moradores locais. Vem gente de longe à casa de Almar em busca de solução a diversas doenças e transtornos. As luzes do cristal e as conversas silenciosas de Antônio com o firmamento dão respostas impressionantes aos que os procuram!
Assim, as palavras do velho negro e a bondade do lenhador vão ajudando muitas famílias a compreenderem suas dificuldades e a confiarem na existência de algo Superior... Também as fazem reconhecer que a caridade e a oração elevam a relação com o Poder Maior.
"O Carvalho", de Jorge Facury, traz um valioso aprendizado de respeito às forças da Natureza e a sabedoria trazida dos quilombos. Forte como o Carvalho e iluminada como o cristal, a história nos ajuda a expandir a consciência em busca de entendimento sobre as pistas infinitas que o Universo nos dá.

Sérgio Cardoso
Sociólogo, pesquisador de Cultura
Afro-Brasileira e membro do Conselho
de Educação Escolar Quilombola de São Paulo

 

Jorge Facury

Email: jorgefacury@gmail.com

 

Cotidiano - As Aventuras da Alma Humana - 2014

(16 x 15 cm - 40 páginas)

 

(...) Não conseguia precisar sua idade, mas não me parecia que fosse velho. Era da cor do mundo e seus andrajos denotavam a passagem dos anos. Os braços apoiados na barra do carrinho pareciam mangas de camisas penduradas em um varal, vencidos por uma exaustão implacável. (...)

 

Paulo Roberto Costa

Email: paulocosta97@gmail.com

 

Nossa História Nossa Gente - Vol. 1 e Vol. 2 - 2014

(15 x 21 cm - 210 páginas)

 

A iniciativa deste trabalho visa a valorização da memória local, colhendo depoimentos e impressões junto à comunidade. As pesquisas com entrevistas e formação do banco de imagens foram realizadas de 2012 a 2014 destacando fatos, acontecimentos e pessoas. Os convidados participaram de ações que levam o nome deste livro como um programa semanal na TV Votorantim e uma coluna semanal na Gazeta de Votorantim. Esta publicação representa a conclusão do projeto Nossa História Nossa Gente.

 

Cesar Silva

Email: nossahistorianossagente@gmail.com

 

André no Céu - 2014

(15 x 21 cm - 36 páginas)

 

Em «André no Céu» Carlos Carvalho Cavalheiro nos apresenta um personagem sensível, inteligente e livre que encantará os leitores com mensagens de aventura e desprendimento.
Apresenta de forma simples e divertida a sua visão de individualidade e autenticidade que caracteriza o universo infantil.

 

Carlos Carvalho Cavalheiro

Email: carlosccavalheiro@gmail.com

 

A História da Faculdade de Tecnologia de Sorocaba Resultados Superando Preconceitos - 2014

(15 x 21 cm - 356 páginas)

 

Este livro conta a história da Faculdade de Tecnologia de Sorocaba (FATEC), desde as origens (1971) até 1981. Metodologicamente trabalhou-se do geral para o particular: da trajetória do ensino técnico no Brasil ao sistema Centro Estadual de Ensino Tecnológico Paula Souza, no qual a FATEC-Sorocaba se inclui.Analisou-se o contexto social e político do país e da cidade de Sorocaba no período abordado. Como fontes foram utilizados documentos oficiais da escola, legislação, jornais da época, entrevistas e bibliografia específica sobre o ensino técnico-tecnológico.

Pôde-se constatar que parte da sociedade sorocabana pleiteava uma faculdade pública de engenharia, mas a política educacional da ditadura militar de 1964 respondeu com o oferecimento de cursos de tecnologia, fora das universidades, com custos reduzidos e para um público diferenciado. Este fato marcou a identidade da FATEC-Sorocaba e gerou contradições no seu cotidiano, pois se por um lado o ensino oferecido se inseria no ramo profissional – isto é, uma escola para os menos favorecidos que seguia a tradição dos estabelecimentos destinados aos “desvalidos”, por outro lado, o grupo dos professores pioneiros, oriundos das melhores universidades do país e atuando em cargos de importância nas empresas, privilegiou a teoria e conseguiu estabelecer os padrões de excelência que perduram até hoje, confirmados por sucessivas avaliações externas em que a escola se coloca à frente até das universidades tradicionais.

 

Flora Cardoso da Silva

Email: silva.flora@ig.com.br

 

A Menina Azul - 2014

(10 x 15 cm - 28 páginas)

 

Wellinquelitta é autora de histórias infantis e em A Menina Azul deseja que a humanidade caminhe serena e em harmonia.

 

Wellinquelitta Lorca Bueno

Email: wellin_arte@yahoo.com.br

 

Pensamentos Soltos Na Brisa Das Tardes 2 - 2014

(16 x 15 cm - 40 páginas)

 



Sergio Diniz da Costa

Email: diniz.sor@terra.com.br

 

O Chico do Rio - 2013

(15 x 21 cm - 190 páginas)

 

Rio Sorocaba

Teu surgimento se perde na noite dos tempos. És sempre o primeiro a desfrutar e refletir na própria face a nascediça luz da manhã. E a claridade da lua, quantas vezes já embelezou o teu estado de ser? Impossível saber. Teu viver é sem tempo e, no entanto, todos os tempos do mundo não te bastam, pois teu movimento é constante e não se conta pelo relógio dos homens. Tua rota é de algum modo incerta, todavia, mais que ninguém, sabes exatamente aonde chegar. Apoteose. És pujante, calmo e constante, e é bem certo também que, quando o tempo muda e a tempestade vem, costumas ter poderosa participação nisto e aí, claro, emergem temores, com muita razão, pois tua grandeza assombra. Tuas águas são testemunhas da história que não se conta. Antes que o homem branco chegasse, quando os naturais da terra se encantavam às tuas margens, doavas generosamente o alimento aos povos da floresta. Cortando espaços indescritíveis de beleza e primor, a pureza de tuas águas é um amoroso oferecimento aos céus. Se todos bem pensassem, chegariam à inescapável conclusão de que tua presença resume o sentido da vida. Isto se aplica ti e a todos os irmãos rios do mundo. Quem lhes retirará o valor? Cantar a tua beleza e o teu mérito, amigo velho, não é tarefa difícil; inspira poetas a não poetas. Difícil mesmo, foi testemunhar por tanto tempo a gravidade do teu estado de saúde. A imagem límpida de tuas águas escorreu pelas veredas da história e desapareceu no tempo. A mancha das impurezas cresceu como sombra dominadora. O homem, com seu progresso indômito, te rodeou, fez crescer um mundo de concreto, ferro e pedras, banhado de luz neon, de onde líquidos de morte escoam ao teu seio. Assistimos, por muito tempo, impotentes, a esse estado de coisas e parecia que nada podia ser feito... Mas, não é verdade, pois, as mentes notáveis que erguem cidades luminosas, ao passo que poluem avassaladoramente também dominam a tecnologia para reverter estragos. Pode ser trabalhoso, mas, ora, tudo é trabalhoso! E se Sorocaba moveu-se nesse sentido, deve muito à luta do cidadão Francisco Moreira de Campos, hoje conhecido como “Chico do rio”, que a tantos acordou com o soar de um corajoso alerta. É preciso, pois, ter corações e mentes voltados ao entendimento daquilo que não pode esperar. Desviar-se disso, seria atestar para a história e para a própria vida a incompetência em salvaguardar o dom supremo da natureza.

O tempo é um olho atento. Ele não pisca, mas, pode chorar diante dos erros humanos. Graças aos céus contamos com a existência de almas como a de Chico, que, como o olho do tempo, não deixou de atentar para o que é de importância vital. Este documento registra um pedaço da grande jornada poética que é a amizade eterna de um homem e um rio...

Jorge Facury

 

Francisco Moreira de Campos

Email: gil-al2@hotmail.com
Telefone: (15)3231-1460/3017-0182

 

Nossa Gente Negra - 2013

(15 x 21 cm - 140 páginas)

 

"Quem construiu a Tebas das sete portas?". A pergunta retórica feita pelo poeta Bertold Brecht poderia receber a sua paráfrase: "Quem construiu essa nossa Sorocaba?".
Os livros já enalteceram diversas personalidades e invisibilizaram outras...
Quem contou a História de todos aqueles que ajudaram a erguer os tijolos que formaram a plataforma onde hoje descansa em beleza e fulgor esta cidade de Sorocaba?
Este livro procura, de certa forma, contar parte dessa História. A História de um povo que nasceu lutando e que pode agora reverenciar a sua ancestralidade. Esta é a História dessa "Nossa Gente Negra"!
 

Carlos Carvalho Cavalheiro

Email: carlosccavalheiro@gmail.com

 

Nos Passos da Folia de Reis - 2013

(10 x 15 cm - 44 páginas)

 

Uma antiga tradição diz que Magos do Oriente guiaram-se por uma estrela para chegar até o local onde nascera o rei dos judeus, Salvador da humanidade, o Menino Jesus.
Envolta em mistérios que foram sendo acrescidos ao longo do tempo, essa tradição cresceu em forma e em detalhes, dando gênese a uma devoção popular que se espalhou por todo o Brasil.
Em sua expressão maior, conhecida por Folia de Reis, recompõe-se a memória milenar da devoção popular aos Três Reis Magos ou Santos. E em seu entorno se aglomeram os resquícios últimos de toda a sabedoria que se miscigenou, por intermédio dos diferentes povos que aqui viveram, para dar vazão à rica cultura popular brasileira.
E nós, como brasileiros, vamos seguindo nessa procissão... nos passos da Folia de Reis.
 

Carlos Carvalho Cavalheiro

Email: carlosccavalheiro@gmail.com

 

Lilith Enjeitada - 2013

(15 x 21 cm - 94 páginas)

 

De todas as tragédias humanas a mais drástica e terrífica a de maiores consequências, a parturiente de todas as outras desgraças do ser humano, foi, sem qualquer dúvida, a queda do primeiro homem, Adão... Atente-se o leitor de que eu disse – escrevi, mesmo – primeiro homem... Não primeira mulher...
Para que não houvesse confusão entre o termo “homem” como designativo da espécie humana, mas sim com o específico macho dessa mesma espécie, deixei claro de quem se tratava: Adão.
Tenho ciência de que muitos leitores invocarão como lenitivo para minha ignorância o fato de que a queda não foi só de Adão, mas também de sua esposa Eva e que esta, em princípio, foi a principal condutora de todo o processo da degradação humana. Pois é certo que Eva seduziu o seu esposo a compartilhar com ela do pecado do fruto proibido. E assim, com riso sarcástico, o inteligente leitor terá tripudiado sobre o túmulo onde jaz a incompetência deste escritor. No entanto, como num jogo de cartas de baralho, ainda não apresentei as minhas. Ei-las, então: Eva não foi a primeira mulher de Adão. Daí eu não poder afirmar que o evento citado foi a queda do primeiro homem e da primeira mulher... Nem do primeiro casal...
Dizem que quando o texto bíblico do Gênesis diz que Deus criou homem e mulher – dando entender que os criou ao mesmo tempo – conforme está no versículo 27 do primeiro capítulo; aí está o nascimento de Lilith, a primeira mulher de Adão. Foi criada do pó da terra, igualmente ao primeiro homem. Permita-me o leitor, num exercício imaginativo, tão próprio do escritor, descrever como deve ter ocorrido tal fato, romanceando – preenchendo com a fantasia aquilo que a realidade não conseguiu fazer – trazendo à lume um quadro mais geral e completo.
 

Carlos Carvalho Cavalheiro

Email: carlosccavalheiro@gmail.com

 

Stradella - 2013

(15 x 21 cm - 128 páginas)

 

O tempo me fez lamentar não ter aprofundado mais aquelas memórias. Eu teria conhecido mais de João e de suas experiências.
Envolvido por tantos impulsos da idade, posteriormente faltou-me explorar a chance de um ponto comum, que afinal se perdeu na difusa paisagem do tempo.
O silêncio meditativo do senhor João, a imagem de sua figura morena, de olhos plácidos, ficou, afinal, como uma recordação soberana de sóbria presença.
Um silêncio cheio de secretas grandezas. Que só mesmo ele dominava...

Jorge Facury
 

Cheila Fernanda Rodrigues

Email: cheilitafer@hotmail.com

 

Idéias Fixas - 2013

(15 x 21 cm - 138 páginas)

 

Este livro reúne crônicas e ensaios – textos sobre literatura, em sua maioria; alguns sobre cinema – e outros poucos sobre assuntos variados.
O leitor perceberá, entretanto, um aspecto comum a todos eles: a presença radiante da poesia, em verso ou em prosa. Particularmente, a poesia de meus três autores prediletos: Manuel Bandeira, João Cabral de Melo Neto e Graciliano Ramos – minhas ideias fixas.
O título é extraído do poema de João Cabral, «Uma faca só lâmina (ou: Serventia das ideias fixas)».
Eis a serventia destas ideias, desta coletânea: fugindo dos padrões dos escritos acadêmicos, os textos desta seleção mostram que a arte literária pode ser mais acessível, mais presente em nosso cotidiano, exigindo apenas leitura atenta, reflexiva, silenciosa – algo difícil, nestes dias apressados.
A recompensa, no entanto, é garantida – e eterna.
 

Hélio Ricardo Ribeiro

Email: hr-ideiasfixas@hotmail.com

 

Muito Além do Sobrenome - 2013

(15 x 21 cm - 200 páginas)

 

Descobrir o passado pelo presente é abrir um futuro totalmente novo onde, em cada documento, em cada história ouvida e em cada pessoa conhecida, experiências novas se realizam, alterando por completo nossa visão de mundo e, também, nossa postura em relação a ele. A experiência vivida numa roda de conversa em família, onde contos, relatos, sonhos e histórias são compartilhados, é algo que não podemos deixar acabar, pois corremos o risco de perder a essência da vida, que é o conhecimento acumulado por gerações.
 

Luiz Nitsche

Email: lnitsche@terra.com.br

 

Deus em Minha Vida - 2013

(15 x 21 cm - 94 páginas)

 

Quero louvar a Deus pela vida da autora, pois, com uma narrativa simples dos acontecimentos de sua vida, consegue prender a atenção para um desfecho maravilhoso naquilo que sonhava ter. Ao longo do texto, percebemos o quanto Deus a amparou e teve misericórdia, fazendo-a ver com seus próprios olhos o grande poder que nele há. Este livro mostra como é importante confiar no Senhor e ser totalmente dependente Dele. Faz-nos pensar também o quanto Ele está no controle de nossas vidas, a ponto de não entendermos sua ação no momento, mas, nos deleitarmos com as proporções que nossas vidas tomam segundo sua vontade.

Pastor Rivalde Mendonça da Silva
 

Cécili Agda Arruda

Email: cecili_arruda@hotmail.com

 

Proeja Uniso: Percepções da Vida em Poesia - 2013

(15 x 21 cm - 170 páginas)

 

Caros Leitores, tenho a honra de apresentar esta obra, resultado do esforço de uma equipe de Professores e Alunos do “Programa de Educação de Jovens e Adultos da Universidade de Sorocaba – Proeja Uniso”, tendo como Coordenadora a Profa. Ma. Beatriz Elaine Picini Magagna. A obra mostra a transformação que a Educação pode produzir aos que com ela não se intimidam. O livro traz uma coletânea de poesias escritas pelos alunos do Proeja Uniso, oriundos das várias cidades conveniadas e atendidas pelo Programa. O livro faz parte das atividades de Comemoração dos seus 15 anos.
Posso afirmar com muita convicção, que o Proeja Uniso é um dos principais programas de extensão universitária desenvolvidos pela Universidade de Sorocaba. Ele teve início no ano de 1998, com o sugestivo nome de “Sorocaba e Região 100 Analfabetos”, cresceu, tomou corpo e hoje, na sua plena adolescência, mostra que veio para ficar. O livro que aqui apresento tem um significado especial para mim, pois, como educador, imagino as dificuldades enfrentadas pela equipe em produzi-lo, mas, por outro lado, como seus idealizadores acreditaram na ideia de torná-lo realidade e buscaram os aliados certos para o Projeto, as possibilidades de sucesso aumentaram tanto, que não havia mais volta. E o livro nasce mostrando a garra de uma equipe, formada por alunos e professores que, com determinação, conseguem mostrar para a sociedade, experiências inéditas, com grande valor didático, que podem servir de exemplo para todos os brasileiros, pois mostram que não existe outro caminho, a não ser a transformação pela via da Educação.
Parabéns à equipe de Professores e Alunos do Proeja Uniso, cuja publicação desta obra vem abrilhantar a Comemoração dos 15 anos de sucesso desse Programa de ação comunitária da Universidade de Sorocaba.

Prof. Dr. José Martins de Oliveira Junior
Pró-reitor Acadêmico
 

Beatriz Elaine Picini Magagna

Email: beatriz.magagna@prof.uniso.br

 

Conversando Sobre Crianças - 2013

(15 x 21 cm - 190 páginas)

 

Conversando sobre Crianças, propicia aos leitores refletir sobre assuntos do cotidiano infantil, bem como as ações junto aos pequenos. Infância e educação são temas que interessam à maioria das pessoas, pois sempre existe o desejo de entender um pouco mais o mundo que circunda as crianças - como pensam e porque agem de determinada maneira.
Atualmente há muitas correntes teóricas que visam direcionar as atitudes dos pais e professores, no entanto, o contexto familiar e as relações afetivas que acontecem neste ambiente são de extrema importância para o sucesso ou fracasso educacional.
Visando a facilidade na compreensão, os assuntos descritos são abordados através de temas específicos tornando a leitura agradável e prazerosa, onde o leitor pode buscar as informações de acordo com as necessidades vivenciadas no momento.
De forma profissional, mas também contando histórias, o material foi elaborado pensando nas famílias e nos demais cuidadores de crianças, sendo voltado a esclarecer dúvidas frequentes que surgem quanto ao comportamento infantil, educação e desenvolvimento.

João Alvarenga
 

Lucimeire Prestes de Oliveira Tomé

Email: lucimeiretome@ibest.com.br

 

Viajando Por Mim Mesmo - Memórias - 2013

(15 x 21 cm - 182 páginas)

 


João Batista Jardim

Email: domjoaoiv@hotmail.com

 

A Participação da Loja Maçônica Perseverança III na Educação Escolar em Sorocaba: Do final do Segundo Reinado ao Final da Primeira República - 2013

(15 x 21 cm - 152 páginas)

 

Há um conjunto de livros de atas e, espelhando-se sobre ele, há uma dissertação de mestrado. Os dois apresentam-se lado a lado. Específicos, cada qual em sua forma expressiva. Diversos, mas idênticos, graças ao ato que tornou eficaz a manobra de duplicidade. Canalizando os movimentos suscitados pelo espelhamento de um texto no outro há a identidade autoral de Vanderlei da Silva, instituída como autoridade após um trajeto enunciativo, abrangente e expressivo, através de reflexões teóricas na estruturação de sua dissertação de mestrado. Através de uma linha divisória, atas e dissertação comunicam-se. Embora em diferentes registros esboçam idênticas indagações e respostas: os embates políticos ocorridos no processo da construção do campo escolar da cidade de Sorocaba e a participação sociopolítica da Maçonaria nesses embates com ênfase à educação escolar das classes trabalhadoras urbanas do final do 2º Reinado como ao longo da Primeira República. O destaque é dado para a atuação da Loja Perseverança III compilada em seis volumes pelo professor, escritor e também maçom, José Aleixo Irmão. É esse o eixo das atas que num desfolhamento de verdades mostra como as aulas noturnas de alfabetização, criadas e mantidas pela instituição atendiam a pobreza, a infância desamparada e nos seus anos iniciais os filhos de escravos.
Nos escaninhos da enunciação toda surpreendem ligações e tensões que extrapolam a significação meramente textual. Quando uma obra se mira na outra, a duplicidade remete para um pensamento tornado ato, um pensamento valorado, um pensamento com entonação e que adquire a luz do valor. Tornar um pensamento um ato, tornando-o um pensamento ético é encontrar aquilo que se perde quando o homem é transformado em objeto e as histórias das pessoas e das instituições são esquecidas. Vanderlei reconheceu no tempo histórico sua intensidade. Uma escola cúmplice de seus alunos, ambição da Loja Perseverança III, é o desejo de Vanderlei na contemporaneidade. Na arena de seus discursos estão presentes as formulações teóricas de Mikhail Bakhtin. É importante citá-lo: “Não há sentido em falar de alguma espécie de dever teórico; enquanto estou pensando, eu devo pensar veridicamente, veridicidade ou ser verdadeiro é o dever de pensar”.

 

Dra. Maria Lúcia de Amorim Soares
Professora Titular da UNISO, Colaboradora da Fundação Ford,
Fundação Carlos Chagas, Soc. Brasileira p/ Progresso
da Ciência - SP e na Universidade Estadual de Campinas.
 

Vanderlei da Silva

Email: sos@sossorocaba.org.br

 

Histórias de Meu Avô - 2013

(15 x 21 cm - 40 páginas)

 

Tanto já foi dito e escrito sobre o incalculável valor da memória que incursionar por esse tema parece um convite à repetição do que já é mais do que reconhecido. Desejo louvar aqui, contudo, a iniciativa da professora Wellinquelitta em reviver nas letras as memórias de seu avô, o imigrante espanhol Antônio Lorca, de quem a autora guarda singelas reminiscências. Nestas páginas os leitores as encontrarão dispostas com suavidade e graça.
Assim houvesse em todas as famílias ao menos um ente devotado à recuperação das passagens vividas, que o tempo, afinal, se encarrega de cobrir com imperioso manto de silêncio!
O Tempo, aliás, reivindica o direito de silenciar as coisas, enquanto sutilmente outorga aos vivos de espírito a disposição à revivescência. Paradoxo divino...
Senhor do eterno presente, o Tempo, convida ao reviver pelo pensamento. Este, claro, só pode reencenar o que nunca fugiu ao coração. Verter para as letras toda essa força é permitir soprar o vento da história pessoal. Vento brando que carrega heranças, acariciando a face da vida-consciência...
Enquanto houver memória não haverá morte. Aproveitem os leitores este breve apanhado de recordações, feito do amor de uma neta para com seu inesquecível avô...
Seja, pois, também, um estímulo e uma mensagem a todos para que não deixem suas memórias entregues à poeira do tempo...

Jorge Facury
 

Wellinquelitta Lorca Bueno

Email: wellin_arte@yahoo.com.br

 

Onde Andará Teu Coração? - 2013

(10 x 15 cm - 40 páginas)

 

Médium de psicografias
Mensagens consoladoras e confortadoras.
 

 

Valéria Regina Camargo

Email: valeriacamargobarros@hotmail.com

 

Cândida - 2013

(10 x 15 cm - 44 páginas)

 

 

Guiomar V. da Maia Primo

Email: aparedestoral@gmail.com

 

Olhar Profundo - 2013

(10 x 15 cm - 40 páginas)

 

Em «olhar profundo» Wellinquelitta expõe suas ideias através de um jogo de palavras prazeroso definindo comportamentos de maneira prática e clara.
Deixando para nós a tarefa de recolher os resultados de acordo com o que nos afeiçoamos.

 

Wellinquelitta Lorca Bueno

Email: wellin_arte@yahoo.com.br

 

Pensamentos Soltos Na Brisa Das Tardes - 2013

(16 x 15 cm - 40 páginas)

 

 

Sergio Diniz da Costa

Email: diniz.sor@terra.com.br

 

Cachorros Em Nossa Casa - 2013

(16 x 15 cm - 44 páginas)

 

Neste 2012, fomos presenteados com o nascimento de filhotes. Uma cadela que não conhecíamos, fez um ninho na mata que circunda nossa residência e deu à luz as crias sem nenhum contato humano por vinte e seis dias. Este fato me inspirou e resolvi narrar para compartilhar com você, caro leitor. Aprecie esta singela história que está acontecendo!

 

Alexandre Frederico

Email: alexandrefrederico.escritor@gmail.com

 

Corubhai - 2012

(15 x 21 cm - 32 páginas)

 

Mais do que mera historinha...
Escrever para crianças sobre problemas ambientais, como o aquecimento global, sem criar pânico, mas promover uma consciência, logo nas primeiras idades, não é tarefa fácil. A professora Wellinquelitta Lorca Bueno assumiu esse desafio com criatividade. Ao contar a história de uma engajada corujinha, não só diverte como também leva o pequeno leitor a refletir sobre a má relação do adulto com a natureza para que o modelo seja revisto. Numa linguagem lúdica e de fácil entendimento para todas as idades, Wellinquelitta evita o tom panfletário (comum em textos que tratam questões ecológicas), para educar de maneira inteligente e agradável. Seu texto não trata a criança de forma estereotipada, como temos visto em algumas produções do gênero, mas leva os pequenos a uma viagem de redescoberta do Brasil. Foge do clichê, ao mostrar que, apesar da beleza de nosso país, nossa natureza precisa de cuidados urgentes.
Ler é aprender!

João Alvarenga
 

Wellinquelitta Lorca Bueno

Telefone: (15)3227-7745

 

Khrôma – Cromoterapia – Energia e Equilíbrio – O fenômeno do arco-íris – 2012

(15 x 21 cm - 248 páginas)

 

É uma ciência que utiliza de um conjunto de cores do espectro solar com a função de restaurar o equilíbrio bioenergético do ser vivo.
Não possui nenhum aspecto religioso. A técnica utilizada é baseada na inversão das energias que estiverem em excesso ou em falta num determinado órgão ou sistema. A essa incapacidade os desequilíbrios e bloqueios irão se manifestar no que chamamos de doenças. Biofísicos comprovaram que o principal meio de comunicação e informação entre as células é feito através das vibrações e impulsos luminosos, dessa forma, luz e luzes coloridas é a base fundamental para o bom funcionamento de todas as funções orgânicas.
Na sua realização prática a energia luminosa é dirigida com o propósito de reposição, restauração e regeneração dos campos eletromagnéticos em defasagem e tem como finalidade criar condições para recuperar as células debilitadas estimulando a capacidade regenerativa e a formação de novas células. O propósito dessa técnica é tratar o ser vivo como «um todo» e complementar o auxílio médico proporcionando com essa união, uma melhor condição de prevenir e restabelecer a saúde do corpo em geral num curto espaço de tempo. Isso explica a maioria dos casos e resultados satisfatórios que obtém logo após a primeira aplicação.
O uso da Cromoterapia não dispensa o tratamento médico.
Visamos acelerar o processo «curativo».
 

Luiz Fernando N. dos Reis

thlfreis@yahoo.com.br

 

Projeto Formando Escritores Vol. I – 2012

(15 x 21 cm - 44 páginas)

 

Durante o ano letivo o Projeto Formando Escritores preocupou-se em incentivar o hábito de leitura, tendo como objetivo o desenvolvimento da criatividade, das habilidades linguísticas, a capacidade do senso crítico e da argumentação.
Esse trabalho foi desenvolvido durante as aulas de Língua Portuguesa por meio de diferentes ações como: produções textuais, debates, análises de diferentes gêneros textuais, entre outros.
Neste ano de 2012, lançamos a 4ª edição do nosso projeto, o qual se apresenta em dois gêneros literários: Poesia (1º ao 3º ano) e Cordel ( 4º e 5º ano).
Apreciem e boa leitura!

Lúcia Elena de Lamos

Colégio Bela Alvorada

www.colegiobelaalvorada.com.br

 

Projeto Formando Escritores Vol. II – 2012

(15 x 21 cm - 28 páginas)

 

Durante o ano letivo o Projeto Formando Escritores preocupou-se em incentivar o hábito de leitura, tendo como objetivo o desenvolvimento da criatividade, das habilidades linguísticas, a capacidade do senso crítico e da argumentação.
Esse trabalho foi desenvolvido durante as aulas de Língua Portuguesa por meio de diferentes ações como: produções textuais, debates, análises de diferentes gêneros textuais, entre outros.
Neste ano de 2012, lançamos a 4ª edição do nosso projeto, o qual se apresenta em dois gêneros literários: Poesia (1º ao 3º ano) e Cordel ( 4º e 5º ano).
Apreciem e boa leitura!

Lúcia Elena de Lamos

Colégio Bela Alvorada

www.colegiobelaalvorada.com.br

 

Projeto Formando Escritores Vol. III – 2012

(15 x 21 cm - 44 páginas)

 

Durante o ano letivo o Projeto Formando Escritores preocupou-se em incentivar o hábito de leitura, tendo como objetivo o desenvolvimento da criatividade, das habilidades linguísticas, a capacidade do senso crítico e da argumentação.
Esse trabalho foi desenvolvido durante as aulas de Língua Portuguesa por meio de diferentes ações como: produções textuais, debates, análises de diferentes gêneros textuais, entre outros.
Neste ano de 2012, lançamos a 4ª edição do nosso projeto, o qual se apresenta em dois gêneros literários: Poesia (1º ao 3º ano) e Cordel ( 4º e 5º ano).
Apreciem e boa leitura!

Lúcia Elena de Lamos

Colégio Bela Alvorada

www.colegiobelaalvorada.com.br

 

Projeto Formando Escritores Vol. IV – 2012

(15 x 21 cm - 40 páginas)

 

Durante o ano letivo o Projeto Formando Escritores preocupou-se em incentivar o hábito de leitura, tendo como objetivo o desenvolvimento da criatividade, das habilidades linguísticas, a capacidade do senso crítico e da argumentação.
Esse trabalho foi desenvolvido durante as aulas de Língua Portuguesa por meio de diferentes ações como: produções textuais, debates, análises de diferentes gêneros textuais, entre outros.
Neste ano de 2012, lançamos a 4ª edição do nosso projeto, o qual se apresenta em dois gêneros literários: Poesia (1º ao 3º ano) e Cordel ( 4º e 5º ano).
Apreciem e boa leitura!

Lúcia Elena de Lamos

Colégio Bela Alvorada

www.colegiobelaalvorada.com.br

 

As Poesias de Irami – 2012

(15 x 21 cm - 40 páginas)

 

As Poesias de Irami é um livro obrigatório. São textos de quem passa pela vida observando o cenário com admiração, respeito e amor.
Amor pela terra, pelo homem, pela vida...
Sua visão nos inspira a olhar apenas para o alvo sem se perder noutras direções.
Este livro é um desafio para aqueles que desejam acertar.
Boa leitura!

Carlos Roberto

carrlos_roberto@hotmail.com

 

Palavrando – 2012

(15 x 21 cm - 148 páginas)

 

É um livro que chega a tempo. Depois de lido o primeiro poema, pode-se ler qual se desejar. Não será tão difícil ir para o próximo e mais outro, pois lavrar com palavras, isso sim é que é difícil! O incoformados do título é uma incógnita polissêmica que o leitor certamente decifrará antes de fechar pela primeira vez o livro. Sim, haverá releituras, pois talvez o leitor não se conforme também com só uma lida!
Procuro em mim
Palavras que sejam acordes
Que soem como
A vida dos que suam
E que quando você as ler possa dizer
“fui eu que as escrevi”
E quando eu as ouvir direi:
“esse é o poema que um dia escreverei”

Luiz Fernando Gomes

luiz.gomes39@gmail.com

 

O Livro da Saudade – 2012

(10 x 15 cm - 40 páginas)

 

Leontino Correa é o poeta das ruas. Possui um estilo único: escreve poesias e as distribui nas ruas da cidade, como se o vento fosse, soprando folhas e flores numa manhã de primavera.

Leontino Correa



 

O Apito da Memória – 2012

(15 x 21 cm - 212 páginas)

 

Ao ler em Jorge Facury - O Apito da Memória - o leitor sentirá o despertar de lembranças que poderiam ser apagadas, não fosse a perspicácia do olhar do nosso contista. Jorge depara-se com o mundo mágico de fatos marcados por personagens em seus caminhos, onde a palavra resgata a memória sob a aparência de texto/imagem, provocando, assim, a interatividade autor/leitor, ou seja, dois universos espetaculares, pois que, a trama textual de que se torna verdadeiro artesão, nos leva para a audaciosa aventura de ler e, ao ler, reconhecer que fazemos também parte desse imaginário que se quer verdadeiro porque somos gestados pela sensibilidade de quem nos conta a nossa própria história. Depois de ler esses contos, certamente, ficaremos mobilizados para esse propósito do nosso contista: revestir-nos de uma percepção traduzida pela realidade que só o uso, e bom uso, da palavra levará, invariavelmente, pelas sendas de uma linguagem verbal e visual capaz de captar formas, cores, gestos, aparências e movimentos próprios da cada personagem e, assim, dar vida ao imaginário vincado na palavra extraída da nossa alma. Portanto, estamos convidados a embrenhar na leitura que nos resgata e transforma em coautores porque todos fazem a mesma história no cotidiano de nossa vivência.

Durce Gonçalves Sanches (Mestre em Comunicação e Cultura / Membro da ACADIL – Academia Ituana de Letras)

Jorge Facury

Telefone: (15)3302-2018

 

Etéreas - Meus Devaneios Poéticos - 2012

(15 x 21 cm - 44 páginas)

 

(Esperança)
Se mil vezes
Meus pés
No lodo afundassem,
Mil vezes
Meus braços emergiriam
E mil vezes
Meu clamor se ouviria...
(...)

(Fuga)
(...)
Quisera, ao sol do dia,
Ser apenas uma folha
Num livro com folhas
Sem fim.
(...)

(Divagações)

De janela aberta
Em plena madrugada,
Ouço a chuva amena
Que me traz recordações:
Recordações de hoje
De ontem
Da infância
Do ventre materno
De outras vidas.
(...)
 

Sérgio Diniz da Costa

diniz.sor@terra.com.br

 

 

Quem tem medo da verdade?

(15 x 21 cm - 108 páginas)

 

Encontre o poder que existe dentro de cada ser humano! De fato, este livro que Diamantina Souza procurou amadurecer durante anos, nos mostra, que desde que nos entreguemos às verdades da Bíblia e de Deus, podemos alcançar as benesses que a vida nos oferece, que por falta de conhecimento ou dedicação, deixamos passar e ficamos reclamando de todas as dificuldades que por ventura nos afligem. A autora passou por diversas experiências ao longo de sua existência e agora quer dividir, com os que lerem esse livro, uma dedicação maior às coisas de Deus. Para alguns, as verdades ditas aqui, poderão até chocar, mas Diamantina, com seu poder de concentração e interpretação dos textos Bíblicos, passa as mensagens de forma clara e procura tirar as dúvidas que muitos evangélicos têm, muitas vezes por serem mal orientados dentro de suas próprias Igrejas. Cabe a cada um ler com atenção e tirar suas conclusões, mas temos certeza de que essa leitura só fará bem aos que se dedicarem aos esclarecimentos aqui expostos.
 

Diamantina Souza


 

 

Torpedos do Coração

(10 x 15 cm - 40 páginas)

 

Querido leitor, contemple tuas mãos.
Você já percebeu, cada detalhe, do
fascinante aparelho que nos dotou o
Eterno Pai para lavrar os sonhos d'Ele?

No toque delas estão as respostas para
todas as perguntas. Todas.

Elas são essenciais nas ciências, nas artes,
em qualquer trabalho de conservação e criação.

Na tecnologia, igualmente, confirmam seu maior
propósito, pois descrevem máquinas que ampliam
nossa capacidade de amar e alcançar nosso semelhante.
 

Marcelo Antonio Corrêa

macintouch@ymail.com

 

 

Crônicas do Cáucaso - As Guerras da Chechênia

(15 x 21 cm - 384 páginas)

 

A primeira vítima da guerra foi a verdade.
Entretanto, um médico, um soldado e uma jornalista a salvaram.
 

Paulo Edson

cronicasdocaucaso@gmail.com

 

 

100 Abstrações

(10 x 15 cm - 40 páginas)

 

Um sábio e bom conselheiro:
eis a forma mais simples e verdadeira
para definir este libelo de Ricardo Reis,
aberto em pétalas de sabedoria.
Traga-o consigo o leitor e verá que a
força da reflexão e harmonia lhe será
nobre companhia!
                           Jorge Facury
 

Ricardo Reis

www.ricardoreisescritor.net

 

 

Caretas

(16 x 15 cm - 40 páginas)

 

Um olho plácido, que vê o mundo enxergando-o através de si mesmo, disparado na quietude gritante da sombra das cores... As percepções de Wellinquelitta, aqui transmutadas em palavras, convidam o leitor a respirar pelo coração... quem puder! Ver o mundo dos homens pelos olhos de um peixe... Ser um espirito de nuvem! Quem não puder, tente! Antes que seja tarde.
                                                           Jorge Facury
 

Wellinquelitta Lorca Bueno

Telefone: (15) 3227-7745

 

 

Proposta Curricular, Reformas Educacionais e o Trabalho Docente

(15 x 21 cm - 100 páginas)

 

Este livro trata de algumas implicações e impactos que a implantação do Currículo Oficial do Estado de São Paulo, ocorrido em 2008 e 2009 e as reformas educacionais, a partir dos anos 90, tiveram no trabalho docente. Envolve os sentidos que os professores atribuem à educação e ao seu próprio trabalho, bem como suas avaliações sobre as condições para realizá-lo e dele retirar satisfações pessoais e sociais. Estarão os professores alinhados a essa nova proposta? Na concepção deles, estará essa nova proposta alinhada aos interesses e necessidades de seus alunos e da sociedade como um todo? Os docentes percebem-se como autores ou co-autores dos cadernos elaborados para aplicação do Currículo Oficial em sala de aula? O objetivo foi de efetivar uma obra que possa vir a contribuir para futuras formulações e implementações de políticas públicas, visando a educação como meio de construção de uma sociedade justa e democrática. Conclui-se que os professores estão executando uma política que não foi por eles pensada. Esta, além de doutrinária, emana poder, pois estabelece as normas, diretrizes, avaliação e controle sobre os conjuntos de atividades nucleares da escola.
 

Catarina André Hand
 

 

 

Projeto Formando Escritores Ed. 3 - 2011

(15 x 21 cm)

 

O Projeto Formando Escritores possui a finalidade de pôr em prática as diferentes formas de linguagem, buscando desenvolver não apenas o hábito de ler, mas sim fazer dessa leitura um meio de transformação educacional, cultural e social, onde a leitura e a escrita sejam um ato de prazer, formando assim cidadãos mais críticos e conscientes, contribuindo de forma mais ativa em nossa sociedade.
É com satisfação que apresentamos a 3ª edição do nosso Projeto Formando Escritores 2011.
                                                                                  Lúcia Elena de Lamos
 

Colégio Bela Alvorada

www.colegiobelaalvorada.com.br
 

 

Projeto Formando Escritores Ed. 2 - 2011

(15 x 21 cm)

 

O Projeto Formando Escritores possui a finalidade de pôr em prática as diferentes formas de linguagem, buscando desenvolver não apenas o hábito de ler, mas sim fazer dessa leitura um meio de transformação educacional, cultural e social, onde a leitura e a escrita sejam um ato de prazer, formando assim cidadãos mais críticos e conscientes, contribuindo de forma mais ativa em nossa sociedade.
                                                                                  Lúcia Elena de Lamos
 

Colégio Bela Alvorada

www.colegiobelaalvorada.com.br
 

 

Projeto Formando Escritores Ed. 1 - 2011

(15 x 21 cm)

 

O Projeto Formando Escritores possui a finalidade de pôr em prática as diferentes formas de linguagem, buscando desenvolver não apenas o hábito de ler, mas sim fazer dessa leitura um meio de transformação educacional, cultural e social, onde a leitura e a escrita sejam um ato de prazer, formando assim cidadãos mais críticos e conscientes, contribuindo de forma mais ativa em nossa sociedade.

                                                                                  Lúcia Elena de Lamos
 

Colégio Bela Alvorada

www.colegiobelaalvorada.com.br
 

 

Êta Trem Bão, Sô! - 2011

(15 x 21 cm - 128 páginas)

 

Que coisa mais caipira, se ocupar
mais da terra do que dos
números e das cifras...

Que coisa mais caipira, andar com os
pés no chão, sentindo de perto a vida
que cobre de verde, os campos...

Que coisa mais caipira, ver a chuva,
ouvir os sons do vento e testemunhar a
lenta passagem do tempo, às sombras das
árvores em eternos verões...

Que coisa mais caipira, conhecer o
sabor do trabalho, a liberdade dos
sonhos e a simplicidade da vida...

Que coisa mais caipira, nascer na
Terra, fruto da Terra e, junto à ela,
viver a grande aventura do amor...

Que coisa mais caipira!
 

Organização:Lourdinha Blagitz

Email: flordelis-2010@hotmail.com

 

 

Histórias Illustradas de Ypanema e do Araçoyaba - 2011

(19 x 26 cm - 176 páginas)

 

Paralelamente ao crescimento social de Ipanema, ocorreu a formação de colônias humanas de trabalhadores, que fixaram residência na região e ali desenvolveram suas linhagens familiares, bem como criaram relacionamentos com outras tantas famílias, de origens diversas. A riqueza da cultura folclórica que floresceu ao pé do morro é de incomparável importância, pois mescla um imenso universo de objetos que, perscrutados à luz da diversidade, revelam a própria identidade do homem que, jamais perdeu suas crenças e seus valores, mas permitiu somar suas tradições àquelas trazidas, de muito longe por seus pares. Lendas, "causos", mistérios, curiosidades, entre tantas "verdades", muitas vezes fantásticas, compõem o cenário que o autor Gilson Sanches, ora revela, de forma criteriosa e, ao mesmo tempo lúdica, contrapondo ricas e inéditas ilustrações, traçadas de próprio punho, com descrições minuciosas, ouvidas da boca daqueles que, ainda hoje, empenham-se em proteger o bem maior: nosso riquíssimo patrimônio cultural.
 

Gilson Sanches

Email: gilpanzer@gmail.com

 

O Docente Nu, Neoliberalismo - Entenda Porque Insinuam Que Quase Tudo O Que Há De Ruim Na Educação É Culpa Do Professor - 2011

(15 x 21 cm - 398 páginas)

 

Como a cada ano, a Educação no Brasil é sobressaltada pela publicação dos resultados de alguma avaliação externa, como ENEM, IDEB, PROVA BRASIL, PISA, além das avaliações estaduais, e com fortes repercussões nos municípios; essa agitação provoca o retorno do eterno debate sobre as pedagogias adotadas, sobre as metodologias utilizadas, as didáticas aplicadas e também o retorno das mesmas culpabilizações: é o professor, é o aluno, chegando ao máximo à instituição Escola. Nunca o governo, seja ele em que nível for, nem as políticas públicas adotadas nas Secretarias de Educação, fazem parte da culpabilidade pelo fracasso escolar.

Por outro lado, nos últimos tempos, mais especificamente neste século, a Educação vem sofrendo uma avalanche de pedagogias e métodos, com sua requerente parafernália de estratégias de ensino, os quais são despejados em sala de aula pelas Secretarias de Educação e reproduzidas nos cursos de Pedagogia e Licenciaturas. Se todas as Teorias Pedagógicas fossem problematizadoras, e não somente algumas, e colocassem em xeque as “certezas” que os Grupos Gestores têm hoje, do verdadeiro papel da escola, não haveria motivo para escrevermos este livro. Porém, o que observamos nessas décadas, como professores, é que essa tempestade de pedagogias sopra numa mesma direção, na obediência cega ao Sistema que é Neoliberal e, com isto, descaradamente faz a manutenção do status quo. Manutenção que nos parece ser desejada e planejada.

O DOCENTE NU, NEOLIBERALISMO, busca colocar na ordem do dia que, para um outro mundo possível, como todos nós queremos, outra educação se faz necessária. Uma educação que possibilite ao educando e aos educadores, politizantes e politizados, vivenciarem a grandeza da participação como sujeitos dessa transformação social. Não se trata de um livro com apenas mais uma pedagogia, mas uma proposta que, como o vento na vela de um barco, assopre o fazer pedagógico numa outra direção, a que torne a prática docente mais reflexiva e crítica, em direção da defesa do educando como sujeito e não objeto, em defesa do professor, que o sistema quer “coisificar”.
 

Mariano Marchitiello

Email: mariano.filos@gmail.com

Salatiel Hergesel

Email: salatiel.hergesel@bol.com.br

 

Caçadores de OVNIs - no Litoral Sul e Região de Sorocaba e Sul de MG - 2011

(15 x 21 cm - 56 páginas)

 

Paulo Aníbal G. Mesquita

Email: pauloanibal@yahoo.com.br

Marco A. Leal

www.ufoturismo.com.br
 

 

O Todo (Deus Pai/Mãe) - Instruções Básicas para a Compreensão do TODO e da Sua Dimensão - 2011

(10 x 15 cm - 48 páginas)

 

Despertar para a realidade e o entendimento do TODO (Deus Pai/Mãe) é apenas um relacionamento individual com tudo que existe. É começar ver a face de si mesmo como nunca se tinha observado antes. Este momento é o nosso maior desafio, pois "Somos uma individualidade e o TODO ao mesmo tempo".
 

Mauro Ferri

Email: irreforuam@gmail.com
 

 

Íris da Oração - 2011

(16 x 16 cm - 40 páginas)

 

Eis uma voz que se levanta para saudar a mãe das almas. O amor do pai, o encanto da mãe, em suaves dizeres... Voz que se fez em letras. Letras que se fizeram cartas. Aos corações, com e sem endereço.
 

Fabrício L. Pereira

Email: fabriciopereira@hotmail.com
 

 

Sítio Arca de Noé - Recanto Vovô Orlando Bolzan - 2011

(16 x 16 cm - 56 páginas)

 

Estas páginas retratam o viver cotidiano num lugar mágico! A história de vida de uma pessoa se faz, num primeiro momento, através dos sonhos. Se esse sonho, ampliado, representar a construção da felicidade de outros, funda a base sólida da razão de estarmos no mundo. A força de ser humano está na iniciativa de criarmos um caminho de luz e esperança para todos. A realidade vivenciada pelas crianças na Escola Recanto Vovô Orlando Bolzan e animais no Sítio Arca de Noé, demonstra o que essa força é capaz de fazer. O desejo de compartilhar e acolher os semelhantes é o sentido da vida, o caminho que duas pessoas resolveram trilhar...
 

Beatriz Elaine Picini Magagna

Email: bia.magagna@gmail.com
 

 

O Peregrino do Caminho do Sol - 2011

(10 x 15 cm - 44 páginas)

 

O autor revela através de uma viagem por caminhos e lugares muito próximos à nós, as necessidades ingentes de um peregrino que "andando por fora" encontra-se "perdido por dentro".
 

Carlos Carvalho Cavalheiro

Telefone: (15) 3318-2625
Email: carlosccavalheiro@yahoo.com.br
 

 

Moda da História de Sorocaba - 2011

 

Eu vou contar para vocês
a história de como nasceu
a cidade de Sorocaba
como tudo aconteceu
revisitando o seu passado, ai, ai
como ele se escreveu.
 

Carlos Carvalho Cavalheiro

Telefone: (15) 3318-2625
Email: carlosccavalheiro@yahoo.com.br
 

 

Teologia e Poesia - A busca de sentido em meio às paixões em Carlos Drummond de Andrade como possibilidade de um pensamento poético teológico - 2011

(15 x 21 cm - 252 páginas)

 

A publicação do livro de Alex Villas Boas é uma boa notícia – literalmente, no sentido evangélico, para as letras e a teologia. Ambas as áreas do saber que se vêm entrelaçando e fazendo fecunda interface em crescente ritmo e sempre mais constitutiva forma ganham com o trabalho deste jovem teólogo, rigoroso e exigente ao mesmo tempo que sensível e apaixonado pela beleza e pela arte das palavras.
O poeta escolhido não podia ser maior: Drummond. Ao mesmo tempo, dificilmente poderia ser mais “estrangeiro” no terreno teológico. Drummond mantinha em relação a fé uma confessada distância. Mais instigante se torna, portanto, o desafio de fazer sua obra objeto da reflexão teológica. E parece-nos que o autor o consegue brilhantemente.
Em primeiro lugar pela temática escolhida: o sentido da vida. Tópico que vem instigando desde sempre filósofos e teólogos e que nos tempos que vivemos, de pós-modernidade líquida e consumista adquire sempre maior importância. A poesia profunda de Drummond vai mostrar-se como terreno fértil para o teólogo que é Alex mergulhar as raízes de sua reflexão sobre esse sentido que faz a experiência da fé ir mais além de simplesmente a experiência do sagrado que muitas vezes abunda hoje em dia.
Em segundo lugar, pelo nome com que este sentido é nomeado pelo autor a partir do poeta Drummond: a paixão. Centro de atenção e interesse de muitos ilustres teólogos contemporâneos o pathos por Deus que gera a mística por um lado e a práxis pelo outro será o modo como Alex Villas Boas “nomeará” o sentido perseguido e encontrado na obra drummondiana.
Trazendo à luz a imbricação da teologia do pathos com a teologia da práxis, o livro de Alex vai aterrissar Teologia e Poesia no solo da vida, na realidade que é a nossa aqui e agora, tornando realidade o desejo de ambas por uma nova humanidade.
                                                                     Maria Clara Lucchetti Bingemer

 

Alex Villas Boas

Email: alex@teoliteraria.com
Telefone: (15) 9703-6109 c/ Evandro
 

 

Amigo das Estrelas - 2011

(10 x 15 cm - 40 páginas)

 

O que você recebeu - penso que ainda não teve tempo de se aperceber direito - é um presente raríssimo, ofertado a bem poucos mortais. Cada uma de nós, a partir de agora, será uma sua irmã, a lhe ditar preceitos, conhecimentos e esclarecer dúvidas. Isso nunca terá fim, podendo chegar até o último de seus dias sobre a Terra...
 

Jorge Facury

Telefone: (15) 3302-2018
 

 

Assim Me Contaram - Breves Histórias Narradas por Moradores de Sorocaba - 2011

(15 x 21 cm - 160 páginas)

 

"Todos temos histórias para contar, passagens de vida, simples até, mas que comportam ensinamentos gestores de reflexões. Foi da atenção a tão serena realidade que este livro nasceu. O autor, acostumado ao contato com muitas pessoas, e sempre atento às falas, corriqueiras ou não, escolheu algumas das histórias ouvidas para retratar nas letras. Buscou ver as passagens contadas, vivendo-as junto aos contadores, para então recompor sua magia. O resgate de memórias, particulares ou coletivas, é um dos mais nobres exercícios da humanidade. Restitui ao Tempo o seu próprio fruto, reencena a vida e garante às novas gerações as necessárias percepções para a produção de sua própria história".
 

Jorge Facury

Telefone: (15) 3302-2018
 

 

O Mistério Revelado - 2010

(15 x 21 cm - 128 páginas)

 

Dentre as histórias e lendas que envolvem o cristianismo, sobretudo na figura do próprio Cristo, os chamados 'anos perdidos', dos 13 aos 30 anos, vem fascinando e intrigando gerações após gerações.
A unanimidade da excelência de Cristo somente reforça o interesse pelos detalhes de sua biografia, ainda mais os 'mistérios ocultos' pelo texto bíblico. Mas será que a Bíblia silencia mesmo sobre esse episódio da vida de Jesus? Há motivos para esconder alguma passagem da vida do rabi da Galiléia? Esteve o Cristo entre os mestres indianos durante a sua adolescência e mocidade?
O Mistério Revelado trata desses e outros questionamentos de forma clara, objetiva e séria e convida você a se aventurar na descoberta sobre esse período da vida de Jesus, o Cristo.
 

Carlos Carvalho Cavalheiro

Telefone: (15) 3318-2625
Email: carlosccavalheiro@yahoo.com.br
 

 

Antes Que o Ano Termine - 2011

(15 x 21 cm - 308 páginas)

 

Em 1975, fevereiro 12, Massao e seus dois melhores amigos, Ivan e Antônio, vão para o primeiro dia de aulas numa nova escola: Infante Dom Henrique.
Na chegada, Massao vê uma menina e entrega seu coração, pela primeira vez na vida. Ivan vive a expectativa de convencer Antônio a deixá-lo namorar sua irmã. Este, já na classe, conhece o amor à primeira vista.
De meros expectadores na primeira aula, em poucos dias os três passam a ser líderes de uma classe simplesmente mágica, que, entre outras coisas, conquistou o torneio esportivo Interclasses.
Massao, tímido: nunca havia namorado ninguém, faz o que pode para conquistar seu primeiro amor. Ivan, ponderado, sente-se dividido entre dois amores. Antônio descobre que a menina por quem se apaixonou já tem namorado e tenta conquistar outra para fazê-la sentir ciúme. Conseguirão namorá-las antes que o ano termine?
Como pano de fundo, os meados do governo militar, o surto de meningite, a censura na TV impedindo a estreia de Roque Santeiro, o final da Guerra do Vietnã, a Guerra da Eritreia, Sílvio Santos montando sua própria emissora de TV, a moda das calças boca-de-sino e dos sapatos masculinos de salto alto. Os cantores brasileiros usavam nomes estrangeiros e gravavam músicas em inglês. Tanta coisa...
Uma história baseada em fatos reais numa época romântica, quando os adolescentes ainda não sabiam o significado de “ficar” ou “transar”. E o auge dos mais atirados era simplesmente ver um filme proibido no cinema.
 

Paulo Ronchi

apronchi@terra.com.br
 

 

As Dores do Amor Doentio - 2010

(15 x 21 cm - 288 páginas)

 

A gravidade da dependência química ocupa um lugar de destaque perante a sociedade e o que significa os portadores de dependência emocional?
Pesquisas científicas revelam a existência do amor patológico ou obsessivo, que na ausência do parceiro(a) provoca sintomas semelhantes aos do dependente químico, em estado de abstinência.
Segundo estudos realizados, está sendo questionado se o sentimento denominado de amor patológico, pode ser considerado um novo transtorno psiquiátrico.
Apesar de não haver ainda dados estatísticos sobre esse problema, ambos os sexos podem ser portadores desse distúrbio, sendo mais comuns nas mulheres.
A ciência entra em paradoxo com a arte e quebra o encanto da imagem do amor tão exaltada pelos poetas, pois cientificamente quando esse sentimento se apresenta de forma obsessiva, torna a pessoa num dependente emocional.
 

Isabel Nunes dos Santos

Telefone: (15) 3211-6059
 

 

Vadios e Imorais - 2010

(15 x 21 cm - 126 páginas)

 

Para que uma sociedade humana possa acatar a escravidão como legítima e justa forma de trabalho, são necessários alguns ajustes morais e éticos, neutralizadores de culpas e arrependimentos que a vil exploração possa, eventualmente, causar nas mentes e almas menos preparadas para lidar com os horrores do ódio. Tais ajustes, essencialmente, referem-se à criação de conceitos desfavoráveis em relação à população da qual se deseja usurpar os direitos e, no caso específico dos negros, não foram poupados esforços no desenvolvimento e disseminação de mitos sobre sua origem diabólica, maldita e punitiva, sobre suas fraquezas de caráter, mínima inteligência e quase total incapacidade de manifestar sentimentos nobres. Por força de lei, e não de consciência, a escravidão foi abolida, mas o preconceito, muito bem fundamentado pela prática sistemática da propaganda, ainda persiste, ecoando por mais de um século. Este livro, como o próprio título sugere, traz à luz a indignação da servidão, a crueldade do preconceito e nos coloca face a face com aquilo em que a História, ironicamente, nos tornou, a todos: Vadios e Imorais.
 

Carlos Carvalho Cavalheiro

Telefone: (15) 3318-2625
Email: carlosccavalheiro@yahoo.com.br
 

 

Mãe do Corpo - 2010

(15 x 21 cm - 106 páginas)

 

Minhas asas aparam o vento e o devolvem ao infinito dele mesmo.
Quanto mais alto minhas asas me levam, mais conheço o abismo e me aglutino para travar a infinita batalha em busca de pouso.
 

Tânia Maria Orsi

Telefone: (15) 3247-4744
 

 

PROEJA - UNISO - História, Teoria e Prática - 2010

(15 x 21 cm - 160 páginas)

 

Prezado leitor,
Ao apresentar esta obra, quero entender que não se trata de apenas um livro, mas de uma experiência de vida, uma experiência para a vida. O livro relata, com riqueza de detalhes, toda a trajetória de um grupo de professores que concretizaram um sonho. O sonho de trazer a muitos, a abertura das portas para outro mundo, o mundo do conhecimento, da cultura, da leitura, da escrita. Uma verdadeira lição de educação transformadora. O programa relatado neste livro - PROEJA (Programa de Educação de Jovens e Adultos da Universidade de Sorocaba) foi concebido, com muito trabalho e amor, à luz e ao espírito dos princípios da Uniso, quais sejam, garantir uma formação sólida calcada em valores humanísticos fundamentais. A obra materializa tudo o que sonhamos para uma Universidade Comunitária; a transmissão, a produção e aplicação do conhecimento, isto é, o livro encerra em si, o ensino, a pesquisa e a extensão. Por fim, peço licença para agradecer, em nome dos milhares de brasileiros que foram beneficiados pelo PROEJA, aos autores do livro por toda a transformação que o conhecimento trouxe às suas vidas. Muito obrigado.
Que esta obra ilumine e inspire a muitos que queiram, no exercício da plena cidadania, transformar a vida de tantos outros que muito precisam.
Que assim seja.

 

Prof. Dr. Fernando de Sá Del Fiol
Reitor da Uniso.

 

Beatriz Elaine Picini Magagna

Telefone: (15) 3411-8309
 

 

Ipanema - História do Trabalho e do Cotidiano - 2010

(15 x 21 cm - 178 páginas)

 

Ipanema fora construída para ser um grande empreendimento. Talvez, o maior do Brasil. O seu parque industrial, formado por um aglomerado de barracões, fornos e máquinas constituía-se na mais moderna montagem fabril de seu tempo. Empregando uma média de 120 trabalhadores entre escravos e homens livres, tem um significado ímpar na história do trabalho no Brasil, por ser o primeiro estabelecimento metalúrgico a trabalhar com mão-de-obra estrangeira especializada. A interação desta com o trabalhador brasileiro se processará de maneira conflitante.
 

Og Natal Menon

Telefone: (15) 3227-7947
 


 

Ave Cristo! - 2010

(15 x 21 cm - 48 páginas)

 

Acredito que há muito de Barrabás em Cristo, e um pouco de Cristo em Barrabás.
Não creio, de outro lado, seja-nos possível chegar a Cristo, senão via-Barrabás.
 

Armando Oliveira Lima

 

 

 

Amigas - 2010

(15 x 21 cm - 60 páginas)

 

Como quem deseja "pinçar", da vida, um momento de magia, Elaine M. Vilas Boas reproduz, em "amigas", um retrato da intimidade adolescente de três jovens estudantes, no início da aventura emocional que é a busca por um grande amor.
Com os corações abertos, as amigas confrontam suas expectativas e sonhos com a realidade cotidiana, pintando com cores vívidas, a cinzenta paisagem urbana.
O mundo real ganha o tom romântico, tão necessário ao crescimento das meninas que agitam-se em danças, a fim de se libertarem da antiga pele de criança.
 

Elaine M. Vilas Boas

 

 

Cronicoesia - 2010

(15 x 21 cm - 64 páginas)

 

"... a marca da sua criação é a busca pelo inusitado, como forma de deixar em relevo a invenção com uma linguagem própria e autêntica, porque, opta até por 'desprezar' artigos, preposições e conjunções, como forma de 'quebrar' a sintaxe. É um exercício válido porque o poeta é a antena da língua"

João Batista Alvarenga

 

Eliseu Ferreira de Campos

ferreira0473@hotmail.com

 

 

Eu Falo de Flores - 2010

(15 x 21 cm - 166 páginas)

 

"Desejo um amor fascinante, lascivo, passivo e alucinante,

que me leve à loucura, descendo e subindo

lá na altura de um patamar, mas que seja

um amor só meu feito sob medida

e no tempo certo de amar."

 

Edilson Xavier de Menezes

edmen@edmenluzdeamor.net

 

 

Frações de Verdades - 2010

(10 x 15 cm - 40 páginas)

 

"Que diferença tem o lírio escondido no campo,

daquele que adorna a mesa do rei?

Que diferença tem o grão de areia do deserto,

daquele que é constituinte da praia?

Que diferença tem a gota de orvalho dos atalhos,

daquela dos canteiros das grandes avenidas?"

 

Isabel Nunes dos Santos

isabel.nsantos@hotmail.com

 

 

Olhos Azuis - 2009

(10 x 15 cm - 120 páginas)

 

"Olhos Azuis, da escritora sorocabana Elaine M. Vilas Boas, estreante no mundo das letras, recupera o bom e velho formato das novelas românticas"

João Batista Alvarenga

Elaine M. Vilas Boas

 

 

    Projeto "Formando Escritores"

(15 x 21 cm)

 

Colégio Bela Alvorada - Votorantim/SP.

Com ênfase na formação de jovens escritores, o Colégio Bela Alvorada lança o projeto "Formando Escritores" com a participação de alunos do ensino fundamental.

 

Colégio Bela Alvorada

www.colegiobelaalvorada.com.br

 

 

Percursos e Práticas - Releituras de Produções Acadêmicas - 2009

(15 x 21 cm - 202 páginas)

 

O Trabalho de Conclusão de Curso (TCC) é uma preocupação constante na coordenação dos cursos superiores de formação docente. Concebemos que o mesmo constitui um momento de potencialização e sistematização de habilidades e conhecimentos adquiridos ao longo da graduação na forma de pesquisa acadêmico-científica.
Tendo em vista que as orientações curriculares buscam sintonia com o avanço tecnológico e a consequente demanda por especializações, associado à pressão e à competitividade; selecionamos produções do âmbito do curso de Matemática, Letras e Educação Física, que interligam tanto saberes e práticas quanto temas que não foram suficientemente aprofundados.
O conteúdo deste livro representa um indicativo do caminho pelo qual transitam os fundamentos pedagógicos, na busca incessante do aperfeiçoamento e do pleno exercício da arte de ensinar.
Sumário
1) Os bastidores do TCC: uma reflexão de professores-orientadores
Paulo Cesar Oliveira, Rosana Helena Nunes, Élide Garcia Silva Vivan e Otávio Luís Piva da Cunha Furtado
2) Estudo Linguístico acerca do conto “A Terceira Margem do Rio” de Guimarães Rosa
Marcelo de Moraes e Rosana Helena Nunes
3) Norma Culta e Oralidade da Comunicação no Rádio
Valdinei Falco e Rosana Helena Nunes
4) Bullying: violência no ambiente escolar
Luciana Martines do Nascimento e Élide Garcia Silva Vivan
5) Motivação nas aulas de matemática de 6ª série
Rafael Fidelis Pereira, Tamires do Espírito Santo Araújo, Cristina Maria D'Antona Bachert e Paulo César Oliveira
6) Pedagogia empreendedora: o que a matemática pode contribuir?
Paulo Vitor Cassiano, Sheine Pontes dos Reis, Paulo César Oliveira e Rosana Helena Nunes
Capítulo 7 – Transtorno de Déficit de Atenção/Hiperatividade (TDAH) na escola: conhecimento e atuação do professor de Educação Física
Natalia Napole, Juliana Aquino do Nascimento e Otávio Luis Piva da Cunha Furtado
 

Paulo César Oliveira

(19) 3845-3494 / (19) 93467807

pauloolliver@ig.com.br

 

 

Sementes de Villabrágima - 2009

(15 x 21 cm - 64 páginas)

 

"Tomemos o exemplo de nossos antepassados, que como sementes germinaram novas gerações. Assim somos nós, sementes de Villabrágima."

 

Rubens César Perez Comitre

rubens@taskservice.com.br

 

 

 

Minhas Memórias - 2009

(15 x 21 cm - 286 páginas)

 

Orlando Lopes de Oliveira nasceu em Arceburgo, MG, em 09/11/1934, onde morou até os dezenove anos.
Concluiu seus estudos até o 4º ano primário como era costume naquela época, trabalhou na lavoura ajudando seus pais.
Em 1954 veio para Sorocaba- SP, onde conheceu a mocinha que iria mudar toda sua vida.
Trabalhou na Metalúrgica Nossa Senhora Aparecida, no cargo de Guindasteiro - operador de ponte rolante, onde aposentou-se em junho de 1981.
Possui grandes habilidades artísticas, ultimamente trabalha com artesanato feito de jornal, muito detalhista e perfeccionista em tudo o que faz.
continua >>

Apesar de sua pouca instrução acadêmica, possui uma memória e uma inteligência invejável, dono de uma sabedoria digna de um mestre.
Marido dedicado, pai exemplar, todos que o conhecem demonstram uma grande admiração e respeito por ele.
Este livro traz uma grande lição para todos nós – “Ser feliz é uma conquista e não uma obra do acaso... com ajuda Divina, ser o autor da própria história.”

Sandra Ap. Lopes Domingues

 

Orlando Lopes de Oliveira

slops2502@hotmail.com

 

 

Memória Operária - 2009

(15 x 21 cm - 274 páginas)

 

Consequência da chamada Revolução Industrial, o surgimento da classe operária inaugurou um período da História caracterizado pelo estabelecimento de novas relações, novos valores e inéditas formas de pensar a mão de obra humana.
Os interesses, em permanente conflito, motivaram um sem número de manifestações por parte dos operários, tendo como meta a conquista de boas condições de trabalho e justa remuneração.
Apesar de necessidades e interesses comuns, a classe operária não compartilha a consciência da imensa força que subsiste em cada um de seus pares. Força que pode mover - mais do que as máquinas - a grande engrenagem social.
A busca pela realização de todos os anseios reside, em última análise, na cruzada pela conquista da sua identidade, que, enfim, propiciará negociações de reais valores e de justas medidas.
Um passo de cada vez... Em seu devido tempo, a Memória Operária cumprirá o seu papel emancipador, em reverência a todos aqueles que, em dias difíceis, ousaram oferecer seus nomes à História.

 

Carlos Carvalho Cavalheiro

Telefone: (15) 3318-2625
Email: carlosccavalheiro@yahoo.com.br

 

 

Função Social da Propriedade Urbana - 2009

(15 x 21 cm - 318 páginas)

 

Este Trabalho dá enfoque à função social da propriedade urbana frente aos vários problemas habitacionais dos grandes centros urbanos, enfatizando a regularização fundiária necessária de áreas invadidas, favelas, cortiços, de loteamentos irregulares e clandestinos. A má distribuição de renda e oportunidades deixa, cada vez mais excluída, uma parcela da sociedade que não tem acesso ao mínimo necessário para sobrevivência humana. Neste caso, não se tem um lugar para chamar de lar. Não obstante, aqueles que resolvem ir ao enfrentamento do sistema, firmam suas moradias em bairros irregulares ou áreas de preservação ambiental permanente, oriundos de invasão ou loteamentos sem aprovação do Poder Público. A proposta deste apanhado de ideias é trazer à reflexão, situações de descaso que acontecem nas periferias e favelas dos grandes centros e que precisam de solução e ações concretas do Estado para uma solução rápida. Quais seriam os mecanismos disponíveis para a regularização fundiária urbana? O problema do déficit habitacional brasileiro tem solução? O Poder Público é o único responsável pela condução das alternativas em busca dessa solução? Essas e outras perguntas serão abordadas na tentativa de, numa reflexão conjunta com o leitor, serem estabelecidos parâmetros para a condução dos trabalhos nesta área de sensível alcance social. Não obstante, iniciativas criativas e interessantes vão surgindo, no país, fruto da determinação de alguns gestores públicos que resolvem ir adiante e iniciarem uma valorosa revolução pela moradia social.

 

Anderson Santos

andersonsantossorocaba@ig.com.br

 

 

   Histórias Que Não Se Contam Mais - 2009/2010

(10 x 15 cm - 40 páginas) - 2 volumes

 

Carlos Carvalho Cavalheiro

Telefone: (15) 3318-2625
Email: carlosccavalheiro@yahoo.com.br

 

 

Brados do Introspecto - 2009

(15 x 21 cm - 40 páginas)

 

‘‘Encontro em mim várias filosofias
Num mundo de filosofias divisório.
Uma ou várias, por dia, são guias
Fazendo-me assim tão contraditório.’’

 

Davi Junior

Tel. (15) 9126-0049

 

 

Lampejando - 2009

(16 x 16 cm - 40 páginas)

 

Um saber simples e popular: «Do pensamento, tudo vem.»
A beleza, o que é bom e o que é ruim, o que eleva e o que derriba.
Conhecimento raro e anelar é saber manipular, com maestria, o crisol da consciência,
separando a ganga, do ouro.

 

Jorge Facury Ferreira

Tel. (15) 3302-2018

jorgefacury@yahoo.com.br

 

 

O Florescer dos Talentos - 2009

(15 x 21 cm - 40 páginas)

 

Em seus escritos, permeados por um imenso sentimento de saudade, Lourdinha Blagitz põe à mostra sua alma de mãe, hesitante em deixar de oferecer cuidados a tudo o que considera - muito - seu.
Longe de representar introspecção e moderação, vai aos extremos da vitalidade para defender seus ideais; e trata com singeleza quase pueril, temas tão atuais e urgentes quanto sua própria adequação à humanidade em evolução.
As idades da alma mesclam-se com riqueza de detalhes em textos que possuem apelo de intensa emoção e, claramente, revelam a fé na salvação do mundo e da nossa humanidade.
Lourdinha escreve como quem visualiza sua própria história, em uma única e rica imagem, sem começo, meio ou fim... existindo, apenas.
Corajosamente, revela seu interior, seu espírito, aos leitores que se tornam íntimos de sua natureza.

 

Lourdinha Blagitz

Tel. (15) 3234-8451 / (15) 3013-8013

 

 

Quadras no Prelo - 2009

(15 x 21 cm - 40 páginas)

 

Edival Blagitz diverte-se com as palavras, como quem, por pura pândega, rima os versos em meio à agitação do cotidiano.
Os temas simples, ora inusitados, propõem um encontro com as raízes do seu próprio pensar.
Rápidas e humoradas, as «Quadras no Prelo», em leitura silenciosa, parecem carregar o som da voz de seu autor, arrematadas, no final, com o riso solto, tão marcante em sua figura.
Mais do que versos, o próprio autor imprime-se nas páginas do livro. É ele quem nos leva ao seu universo tão particular, onde a cidade, os fatos, as pessoas - e entre elas, você, leitor - recebem a marca inconfundível de sua interpretação.
Nas palavras do autor:
«Gosto de ler
e consequentemente de aprender
Não sou falante
pois o livro escrito sai mudo da estante.»

 

Edival de Moraes Blagitz

Tel. (15) 3234-8451 / (15) 3013-8013

 

 

Uivos na Escuridão - 2009

(15 x 21 cm - 40 páginas)

 

O suspense é a marca característica em todos os textos deste livro. Mas não há desfechos óbvios, porque Alfredo Alvarenga não é óbvio. Não se rende aos clichês e muito menos se entrega às mesmices. O livro é um brinde à vida em suas formas. Um brinde a mitos que recheiam uma boa história. Um brinde ao leitor que estará preso, absorvido pela condução do autor.

Valdecir Rocha Pinto

 

Alfredo Alvarenga

alvarenga@objetivosorocaba.com.br

 

 

Plexo Solar - 2009

(15 x 21 cm - 40 páginas)

 

Os oprimidos sustentam

Teses mortas

Dobram-se quando os sinos dobram

Em dobro trabalham

Em dobro lamentam

Em dobro desdobram-se

 

Em améns

 

João Batista Alvarenga

alvarenga@objetivosorocaba.com.br

 

 

O tudo e o Nada - 2009

(16 x 16 cm - 40 páginas)

 

A satisfação pelo errado
O desejo pelo proibido
A vontade do impossível
A busca pelo incerto

Parece que a moda é viver do pecado!
Saborear o perigo
Desafiar o destino
Alcançar a insanidade!

 

Odoir Junior

odoirjunior@yahoo.com.br

 

 

Os Mestres Lamparinos - 2009

(10 x 15 cm - 40 páginas)

 

As histórias narradas por Jorge Facury inspiram-nos a considerá-las tão reais como os fatos do nosso cotidiano.

Somos que conduzidos pela mão e tornamo-nos testemunhas de realidades alternativas, longe de serem meras fantasias.

 

Jorge Facury Ferreira

Tel. (15) 3302-2018

jorgefacury@yahoo.com.br

 

 

História da Educação de Votorantim

                   "Do Apito da Fábrica à Sineta da Escola"

(15 x 21 cm - 270 páginas)

 

A leitura deste livro me levou por dois caminhos diferentes. No primeiro, uma visita à minha própria infância, um reencontro com nomes e lugares familiares, facilmente localizáveis na memória. Nasci muito depois do período estudado, mas vivi toda minha infância numa Votorantim parecida com a descrita no livro. E, por isso, mais uma vez, agradeci os esforços de meus pais, também operários, para darem estudos a mim e a minhas irmãs.
O segundo caminho, uma surpresa: a descoberta da rica e pouco conhecida história de uma classe operária pioneira, aguerrida na luta pelos direitos trabalhistas, e preocupada em garantir educação e cultura para seus filhos. Operários diferentes daqueles que conheci, que mal sabiam o significado da palavra greve.
O trabalho de Isabel Dessotti vai além do estudo sobre educação em Votorantim. É, sem dúvida, uma importante contribuição para a recuperação da história da classe trabalhadora da cidade e do Estado de São Paulo. O desconhecimento desses fatos, por si só, confirma a tese da autora sobre o domínio e o poder da fábrica nas vidas de seus operários.

Lúcia Helena Caetano
Jornalista

 

Isabel Cristina Caetano Dessotti

isadessotti@uol.com.br

 

 

O que é Certo? - 2009

(16 x 16 cm - 40 páginas)

 

As palavras, em tons agudos, atingem o alvo com precisão absoluta, deixando, ao leitor, a tarefa de assimilar a realidade, revelada em sua forma original, profunda e essencial.
Habil nas definições, Wellinquelitta alcança, através de seus versos, a emoção que permeia os eventos do cotidiano, dotando-os de especial e rico significado.
Em «O que é Certo?» a única certeza é a de que, mesmo os erros, possuem o dom de inspirar poesias e elevar sentimentos.

 

Wellinquelitta Lorca Bueno

Tel. (15) 3221-7150 / 3227-7745

 

 

Na Rota do Muar - 2009

(10 x 15 cm - 40 páginas)

 

Conto baseado no livro “Onde Moram os Tatus – Um Punhadão de Estórias Caipiras”, premi-ado pela União Brasileira de Escritores e um dos vencedores do PAC 2007 (Programa de Ação Cultural) do Estado de São Paulo.

Site: www.ondemoramostatus.com.br

 

Ivan Camargo

www.ondemoramostatus.com.br

 

 

Princípios de Geografia Física - Volume 02 - 2009

(10 x 15 cm - 44 páginas)

 

Em continuidade à proposta do volume 1, Princípios de Geografia Física - volume 2 deseja prosseguir com o tema, sem grandes aprofundamentos, não perdendo, porém, a dimensão explicativa e estabelecendo uma visão integrada de fenômenos geográficos de caráter físico. Aproveito para relembrar que o objetivo maior é “costurar” conhecimentos de modo a demonstrar que existe uma interdependência dinâmica entre os fenômenos na construção das muitas paisagens terres-tres. Esta forma de conhecer sofre um desafio na seri-ação escolar à medida em que os conhecimentos são segmentados em obras didáticas ao longo de anos, onde o tempo se encarrega de apagar registros impor-tantes de conexão para esta compreensão da interde-pendência dinâmica. O presente volume compreende os fatores astronômicos e atmosféricos, na formação dos climas, vegetação e hidrografia. Objetiva situar os fenômenos no Brasil à medida em que prioriza a com-preensão da interdependência desses mecanismos fenomênicos.

 

Michel Facury Ferreira

Tel. (15) 3226-4168

michelfacury@yahoo.com.br

 

 

Princípios de Geografia Física - Volume 01 - 2009

(10 x 15 cm - 40 páginas)

 

Amigos leitores,

Uma preocupação há muito me acompanha: A visão que uma pessoa adulta possui do planeta Terra enquanto uma Geografia, uma natureza integrada.Novas propostas surgem, mas sempre foi dificil superar, na seriação escolar, uma compartimentação. Existe profundidade conceitual e técnica, mas distância entre os fatos... então o fosso do tempo desliga naturalmente os elos que mostram o planeta Terra como um organismo totalmente integrado. As pessoas, assim, têm noções que são, na verdade, fragmentos da realidade, uma leitura incompleta e seguem a vida sem compreender, integralmente, a grande mãe Terra.Sem diminuir a importância da humanidade e das sociedades, é com a Geografia física, a Terra mãe, este maravilhoso organismo natural que me preocupo.Assim, proponho uma leitura agradável, sem aprofundamento de conceitos físicos, químicos, mantendo apenas conceitos básicos.Esta é uma obra essencial, que mostra a nossa “grande casa”. Os mecanismos de funcionamento da dinâmica que envolve sua estrutura, do núcleo à crosta, é o que se propõe, neste volume.

 

Michel Facury Ferreira

Tel. (15) 3226-4168

michelfacury@yahoo.com.br

 

 

Lembranças - 2009

(10 x 15 cm - 40 páginas)

 

Os animais, os brinquedos, os amigos e as pequenas aventuras da infância...
Cada elemento do cotidiano contribui, em "Lembranças", para compor o cenário da vida que se desenvolve rumo à maturidade.
Bianca descreve seus valores, em constantes transformações, dando as pistas para o conhecimento de seu caráter, de sua alma e de seu coração.

 

Bianca Maria Branco Dias

Tel. (15) 3331-8080 (com) / cel. (15) 9621-1051 (Elisete)

elisetevb@yahoo.com.br

 

 

O Diário de Katarine Townsend - 2009

(10 x 15 cm - 40 páginas)

 

Quem tem o dom de escrever, vai sempre nos trazendo histórias para a vida ter mais e mais sabor. É o caso de Jéssica, uma adolescente de dezessete anos, que está levando muito a sério a escrita. Na verdade, “O Diário de Katarine Townsend” já estava escrito desde 2004, quando ela estava com treze anos apenas.É uma pessoa extremamente observadora. Prefere captar momentos, expressões, acontecimentos, em vez de falar. Fala pouco. Deixa que as falas sejam das personagens cujos diálogos são naturais, como se fossem mesmo pessoas que conversassem entre elas, o que deixa o leitor com vontade de pertencer àquelas conversas.Essa estreante nas letras sabe construir uma história cheia de mistérios, algo que envolve o leitor na trama, fazendo-o ler mais e mais páginas para chegar ao final e ter os mistérios desvendados. Você, que iniciará esta leitura, sentirá claramente o que foi dito acima.Certamente a criatividade dessa jovem escritora frutificará muito e nos dará muitos momentos de deleite e vida.

Cheila Fernanda Rodrigues

 

Jessy Castanho

Contato: Tel. (15) 3233-0177 (Com Cheila)

 

 

Atividades de Educação Artística - 2009

(10 x 15 cm - 40 páginas)

 

Poetisa, educadora e artista plástica, Wellinquelitta pretende demonstrar, aos professores de Educação Artística, diferentes modos de aplicar técnicas e conceitos no dia-a-dia de sala de aula.

Desenhos geométricos, reproduções da natureza e motivos para livre expressão dão aos educandos, a preciosa oportunidade de manifestar seus talentos artísticos, suas aptidões naturais e suas emoções.

Dicas sobre o uso de materiais, cores e padrões, completam a obra que, pelo ineditismo, se faz essencial, de grande valor pedagógico.

 

Wellinquelitta Lorca Bueno

Tel. (15) 3221-7150 / 3227-7745

 

 

Lunático - 2009

(15 x 21 cm - 180 páginas)

 

Esta obra mostra o paradoxo cotidiano existente dentro de minha mente.

Uma linha tênue entre esperanças e desilusões mesclando todas as vertentes
sentimentais que me guiam: amor, ódio, opinião social, viagens surreais e experi-
ências pessoais, as quais considero fundamentais para a formação do meu universo
"Lunático".

Tentei expressar um pouco de cada influência literária neste constante processo de
aprendizagem e desenvolvimento poético.

 

Evandro L. Mezadri

Tel. (15) 3243-4624 / (15) 9707-1757

e-mail: evandromezadri@yahoo.com.br

blog: http://evandromezadri.blogspot.com

Coesão Poética: www.coesaopoetica.com.br

 

 

Retratos de Ipanema - 2008

(21 x 15 cm - 80 páginas)

 

A história de Sorocaba possui íntima relação com a história de Ipanema, com a descoberta de minério de ferro no Morro do Araçoiaba e com a criação da primeira siderúrgica da América Latina.

Com imponente topografia, notoriedade histórica e por ser um marco fundamental na paisagem da região de Sorocaba, Ipanema desperta, em todos nós, nobres sentimentos, lembranças de nossa história e nos une sob sua sombra quando "esconde o sol" e revela seus suaves e belos contornos.

Gilson Sanches, através de minuciosa pesquisa e com um rigoroso critério científico, nos traz a História de Ipanema e região, mostrando-nos que a beleza da paisagem se confunde com a beleza da história de homens que foram os pioneiros do desenvolvimento industrial de nosso país.

"Retratos de Ipanema" nos leva ao passado e nos faz desejar que seus fornos jamais se resfriem; que o trem de minério jamais deixe de correr pelos trilhs e que à sombra da montanha possamos viver nossas vidas e sonhos.

 

Gilson Sanches

Tel. (15) 3222-3403 / (15) 9104-2737

 

 

Bravel - 2008

(10 x 15 cm - 40 páginas)

 

Professora de artes, Wellinquelitta é autora de poesias e de histórias infantis.
Em BRAVEL, apresenta uma personagem alegre, comunicativa e sensível, pretendendo atingir o âmago do pequeno leitor com uma mensagem de amizade e patriotismo.
Apresenta, de forma simples e lúdica, a sua visão da individualidade e da originalidade que caracteriza o universo infantil.

 

Wellinquelitta Lorca Bueno

Tel. (15) 3221-7150 / 3227-7745

 

 

Sorocaba: Caldeirão de Sotaques

(15 x 21 cm - 74 páginas)

 

Ao fechar a porta da velha casa, digo adeus a uma parte de mim que insiste em nunca deixar a terra natal, acreditando, apesar da cruel realidade, nos sonhos de fartura e alegrias futuras.
De olhos voltados para o céu, na humilde condição de quem recomeça, busco a força para reerguer a vida em uma nova terra, fértil de promessas.
Possuindo apenas a frágil carne que abriga meu ser, concentro meus pensamentos naquilo que alcanço conceber como superior. Encontro o conforto que necessito para continuar minha história, unicamente no sentimento que motivou minha longa jornada... Encontro, na nova terra, a velha Esperança.
Sou um migrante, mas com Esperança posso, mais uma vez, me sentir em casa.

 

Bruna Pretel Fernandes e Marina Aguiar Jabur

Tel. (15) 3221-1435 (Marina)

 

 

Nossos Descendentes Família Tambelli - 1888 - 2008

(16,5 x 21 cm - 328 páginas)

 

Muito mais que contar uma longa história; muito mais que elencar personagens e qualificar seus atos; muito mais que encontrar e analisar as inúmeras ramificações de uma linhagem familiar: Francisco Tambelli Neto assumiu, corajosamente, a imensa responsabilidade de percorrer longos e árduos caminhos na busca pelo “elo sagrado” que tem o poder de unir pessoas sob a sombra e proteção de uma generosa árvore, em cujo tronco repousam, perenes, ancestrais comuns a todas elas.
O poder transformador que guarda cada uma das páginas, só pode ser verdadeiramente vivenciado por aqueles que carregam, nas veias, o sangue que – à maneira da grande árvore – permeia, como seiva de vida, cada elemento que integra e dignifica a grandiosa família.
Cada pequena aventura vivida intensamente por um Tambelli; cada sentimento acalentado em um coração Tambelli; a rica experiência adquirida pelas inúmeras vidas, cada uma em seu tempo, constitui o que, orgulhosamente, chamamos Tradição.
E é a Tradição, o mote desta obra.
Registrada em imagens e palavras, a família Tambelli salta das páginas para os corações dos seus.
Irmanando presente e passado, vence as barreiras do tempo e desperta o legítimo orgulho que é próprio dos que conhecem o real valor de sua história.

 

Francisco Tambelli Neto

Tel. (15) 3327-8547

 

 

Emergências Tecnológicas - 2008

(15 x 21 cm - 300 páginas)

 

Novos processos industriais, produtos químicos e energias alternativas representam rotinas cada vez mais comuns, com os avanços científicos e tecnológicos.
Diversos tipos de materiais são produzidos, transportados, armazenados e manipulados e a falta de procedimentos adequados podem contribuir para o surgimento de uma emergência.
Tão atual quanto o desenvolvimento industrial é o conhecimento quanto as emergências tecnológicas.
A utilização correta das metodologias, procedimentos padronizados e estudos de análise de riscos podem fazer toda a diferença frente aos eventos emergencias; salvando vidas, presenvando o meio ambiente e a integridade patrimonial.
“Emergências Tecnológicas” traz elementos para estruturar o planejamento, preparação e resposta às eventuais emergências que possam surgir!

 

Rubens César Perez

rubens@taskservice.com.br

 

 

 

 

Rubião, o Velho - Contos de Sonho Acordado - 2008

(15 x 21 cm - 116 páginas)

 

Enquanto a grande maioria das pessoas vivencia situações corriqueiras, previsíveis e insípidas durante todo o percurso de sua existência, alguns poucos indivíduos, privilegiados pela sorte, experimentam acontecimentos absolutamente surpreendentes, permeados de mistério, magia e encantamento.
Em menor número, ainda, existem aqueles que são dotados de um dom especial que os torna possuidores da arte de 'contar as histórias extraordinárias', fazendo-as penetrar fundo nas mentes e almas de seus ouvintes.
Jorge Facury é alguém que, no decorrer da vida, confronta-se inúmeras vezes com o inusitado e, neste livro, demonstra que também possui o domínio da linguagem, fazendo-nos coabitantes de seu universo particular, repleto de grandes histórias e de cativantes personagens.
Deixando de lado, por alguns momentos, nossos dias comuns, podemos viajar pelas páginas de "Rubião, o Velho" e sentir, ainda que nos sonhos, a emoção, a liberdade e a aventura que há por trás de nossas vidas ordinárias.

 

Jorge Facury Ferreira

Tel. (15) 3302-2018 / (15) 3012-2593

 

 

Política e Ação Cultural - 2008

(15 x 21 cm - 132 páginas)

 

Desenvolver a cultura é criar, no ser humano, noções de qualidade, percepção de formas mais ou menos elaboradas, apreensão de técnicas e, sobretudo, sensibilidade para o mundo que o cerca.

Qualquer indivíduo, independente de sua classe social, faixa etária ou formação é capaz de desenvolver essa sensibilidade, desde que a oportunidade lhe seja dada.

A consciência cultural, esse alimento do espírito, dá ao ser humano a possibilidade de desenvolver outras capacidades, a crítica, a analítica, a consciência ambiental, a autoconsciência e a autoestima, transformando as pessoas em seres para a vida, não para a violência. O fomento à cultura, prioridade tão máxima quanto a educação, a saúde, o meio ambiente, gera, sem sombra de dúvida, maior qualidade de vida.

 

Werinton Kermes

Tel. (15) 3353-8670

 

 

Arroubos Poéticos - 2008

(15 x 21 cm - 150 páginas)

 

Experiências, alegrias, amores, homenagens, saudades e sentimentos humanos. Sem rodeios ou meias-palavras, "Arroubos Poéticos" apresenta a visão particular e original de Edival de Moraes Blagitz.
A linguagem simples e a liberdade com que compõe seus versos, leva o autor a um nível de grande intimidade com o leitor, tornando-o, se não um amigo, um bom companheiro de conversas, ao longo das páginas, ao pé do ouvido.

 

Edival de Moraes Blagitz

Tel. (15) 3234-8451 / (15) 3013-8013

 

 

Fim. - 2008

(10 x 16,5 cm - 40 páginas)

 

Tendo a arte por vocação e por profissão, Wellinquelitta sempre dedicou seu tempo ao exercício da poesia, pintura e escultura.

Professora de Artes, lança seu primeiro livro com poemas selecionados de sua vivência com o universo das letras.

Foi premiada em diversos concursos de poesia e pintura e é catologada no dicionário Julio Louzada Artes Plásticas Brasil.

Natural de Campinas (1976) é sorocabana por opção, desenvolvendo aqui sua carreira e seus dons artísticos.

"Fim" é o produto de uma rígida visão autocrítica, inspirada no trabalho de seu primo Federico Garcia Lorca, a quem dedica grande admiração e respeito.

 

Wellinquelitta Lorca Bueno

Tel. (15) 3221-7150 / 3227-7745

 

 

Um brilho no céu de outubro - 2008

(10 x 15 cm - 40 páginas)

 

Não há quem, por mais simplório, não tenha uma boa história para contar; não tenha aprendido uma grande lição da vida; não tenha seus valores bem fundamentados - salvo se o caráter não ajuda - e mesmo assim, no mais íntimo, pode guardar algo de bom esperando por ser liberto.

É bem verdade: não parece haver forma mais eficaz de se conhecer disso, histórias de vida e a vida das histórias, a não ser abrindo o coração para a suprema experiência de uma boa conversa. Com harmonia.

Não se abre a janela com um chute para receber o sol, destranca-se-lha e abrem-se as palhetas na razão da necessidade.

Olhar de longe e manter-se distante estando perto é a medida de toda perda.

Mister se faz entender a oportunidade, abrir o diálogo, pois aí, sim, reside a grande chance de todo aprendizado.

Jorge Facury Ferreira

 

Jorge Facury Ferreira

Tel. (15) 3226-4168 / 3012-2593

 

 

Poesia de Brincar - 2007

(15 x 21 cm - 62 páginas)

 

Sonia Lucia Trujillo da Silva é psicóloga, pós-graduada pela USP.
Escritora e poeta, foi Prêmio Anual de Literatura de Sorocaba de 1987, com o livro “TISANA”. Classificada no Concurso de Poesias de Piracicaba de 1981, com a poesia “Água Corrente”, é co-autora da Coletânea IV Concurso de Poesias de Piracicaba, SP, Editora Franciscana, 1981.
Escreve artigos como colaboradora no Jornal Cruzeiro do Sul de Sorocaba, desde 1982.
Foi finalista no Concurso Nacional de Crônicas Sérgio Porto (RJ), com a crônica “Meu Livro Inesquecível”, em 1983.
Co-autora da Biblioteca Sorocabana - Volume 3 - Poesia - Sorocaba, SP, Crearte Editora, 2006. Autora do livro “Contos Infantis”, no qual estão inseridos os contos “O Menino de uma Calça Só” e “A Sombra”, São Paulo, SP, Editora Scortecci, 2007.
Escreve artigos científicos de Psicologia como colaboradora do Suplemento “Ela” do Jornal Cruzeiro do Sul e em Revistas de Psicologia.

 

Sonia Lucia Trujillo da Silva

Tel. (15) 3231-1819 / (15) 3231-1223

 

 

O Mano Véio PENA BRANCA e Aquela Coisa Toda - 2007

(15 x 21 cm - 86 páginas)

 

Vencedor do Grammy Latino 2001 - Melhor Disco Sertanejo, com o CD “Semente Caipira”, o primeiro depois da ausência de seu irmão Xavantinho, foi a coroação de uma carreira musical que nasceu na roça de Uberlândia, quando Pena (José Ramiro Sobrinho) tinha doze anos, e o irmão, Xavantinho (Ranulfo Ramiro da Silva), apenas nove.
O CD “Cio da Terra”, lançado em 1987, teve a participação de Milton Nascimento, promovendo uma mistura de estilos musicais. Em 1992 gravaram, com Renato Teixeira, o CD “Ao Vivo em Tatuí”, pela Kuarup, primeiro Disco de Ouro na carreira dos dois. A dupla ganhou cinco prêmios Sharp ao longo de sua trajetória.
Pena Branca e Xavantinho formaram uma das mais importantes duplas caipiras da história. Mesmo após a morte do irmão, em 1999, Pena Branca seguiu em frente, lançando carreira solo.

 

Cíntia Xavier

Eloísa Marques

Vívian Rodrigues

Tel. (15) 3411-3652

 

 

D. Leopoldina - 2007

(15 x 21 cm - 90 páginas)

 

A obra “D. Leopoldina” enseja e alcança o universo de sensações e percepções que, em essência, só a alma feminina desfruta, ambientados na figura da Imperatriz do Brasil. Remete os leitores ao contato com os aspectos mais profundos do ser humano: aqueles que residem na flor da idiossincrasia.
Os caminhos explorados para desvelar o tema convidam-nos, entre outras oportunidades de interpretação, a conhecer traços livres, de natureza biográfica, profundamente marcados pelo sentimento.
A mulher, a esposa, a estudiosa, a detentora da força do destino transparece em um leque de momentos que nos fazem enxergar a história pela ótica da narração pessoal, desde a singela pureza manifestada no contato da Imperatriz com o povo simples, num passeio, como a tomada de decisão de instar o marido à postura que delimitaria os rumos da nação. Tudo flui com muito calor e cores humanistas, ofertando-nos um retrato vivo e pulsante.
No livro de Zélia não há espaço para zonas frias. Tudo é muito próximo, colado ao nível das emoções que guiam a trajetória humana em sua caminhada histórica.
Essa é a ordem delineadora da obra. Que se verificará, afinal, de acordo com a sensibilidade de cada leitor.

Jorge Facury Ferreira

 

Zélia Maria Falcato de Almeida

Tel. (15) 3231-4171

 

 

 

Enciclopédia dos Agapornis - The Encyclopedia of Agapornis - 2007

(17,5 x 25,5 cm - 234 páginas)

 

 

Edições em Português e Ingês.

 

304 fotos em cores;

185 julgamentos com aves analisadas (máscara, cor, uropígio, tamanho etc.);

As mais novas mutações surgidas no mundo;

Os novos nomes do consenso mundial de mutações.

 

304 color photos;

185 birds analyzed and judged by its show characteristics (mask, color, rump, deportment, etc.);

The newest mutations in the world;

The new European consensus and its new lovebirds´names.

 

Contato com o autor:

 

Dr. Alessandro D´Angieri - Juiz OMJ - COM - HS

Tel. (11) 4607-5403

E-mail: dangieri@terra.com.br

 

 

Venha para a Luz - 2007

(15 x 21 cm - 76 páginas)

 

Pequenas mudanças de pensamento e de comportamento podem produzir grandes efeitos na vida espiritual, edificando a Fé e desenvolvendo o Amor nos corações que anseiam pela Verdade Libertadora.
Através de interpretações simples dos textos sagrados, o autor desenvolve um roteiro de crescimento que parte de questões fundamentais e segue na direção de uma vida baseada em conceitos bíblicos de retidão, de caráter, moral, respeito e confiança nas promessas divinas.
 

Contato com o autor:

 

Rivalde Mendonça da Silva

Tel. (15) 8123-2946

E-mail: rivalde9@yahoo.com.br

 

 

O Operário - Edição Fac-Similar - 2007  

(22,5 x 27 cm - 578 páginas)

 

O jornal O Operário, publicado em Sorocaba entre 1909 e 1913, colocava como uma espécie de mote ser suas páginas franqueadas a todos os oprimidos. Dessa forma, tal publicação se configura como uma fonte riquíssima para a recuperação de aspectos da história operária em Sorocaba, especificamente em seus primórdios.
Mas além disso, esse documento abre a possibilidade de reconstituição de uma série de tramas e relações que se tecem numa cidade industrial inserida nos fluxos da modernidade com todos os seus tensionamentos e contradições.
Um percurso possível para a reconstituição do contexto no qual O Operário era editado é o de tentar apreender o conjunto de idéias que circulavam pelo jornal, tais como o socialismo, o espiritismo, o anarquismo, o iluminismo e o liberalismo democrático. Correntes de pensamento de variados matizes, mas que, naquele momento, convergiam no sentido de um anseio pela modernização da sociedade brasileira e superação das mazelas de seu passado colonial e imperial.
Portanto, as páginas do O Operário permitem o estudo e compreensão de uma série de temas concernentes à história sócio-cultural de Sorocaba; dentre eles, a luta dos trabalhadores por melhores condições de trabalho, as greves, as críticas ao sistema educativo, a questão da igualdade entre os sexos, o controle da natalidade, o anticlericalismo, o contexto político da época, as transformações urbanas que ocorriam na cidade.
Esta edição fac-similar se baseou nos acervos do Gabinete de Leitura Sorocabano e da Biblioteca Nacional.

Contato com o autor:


Rogério Lopes Pinheiro de Carvalho

Telefone: (15) 3232-2042
E-mail: rlpcarvalho@yahoo.com.br

 

 

Scenas da Escravidão - 2006

(15 x 21 cm - 186 páginas)

 

"Scenas da Escravidão"...

Captura, humilhação, desesperança, servidão, morte.

Em Sorocaba, a utilização da mais indigna das formas de exploração do trabalho humano se fez presente e deixou, na História, suas marcas cruéis e inconfundíveis.

"Scenas da Escravidão"...

Abolicionistas, humanistas, lutas, fugas, quilombos.

Dentro de cada um de nós, brancos, negros ou mestiços, descendentes dos escravos ou dos senhores, existe a parcela da herança com a qual temos, irremediavelmente que conviver: somos todos escravos. Escravos dos preconceitos e dos medos que acorrentam e atormentam nossas mentes e almas.

"Scenas da Escravidão" traz à luz a história daqueles que sofreram as dores de serem escravos e senhores e, nas entrelinhas, deixa transparecer nosso destino: a verdadeira libertação.

 

Contato com o autor:


Carlos Carvalho Cavalheiro

Endereço: Rua Gonçalves Dias, 359 - Vl. Santana - Sorocaba/SP - CEP 18081-040
Telefone: (15) 3211-2512
E-mail: carlosccavalheiro@yahoo.com.br

 

 

Biblioteca Sorocabana Volum3 'Poesia' - 2006

(15 x 21 cm - 182 páginas)

 

Volume 3 da coleção Biblioteca Sorocabana, reúne 30 poetas sorocabanos que publicam seus trabalhos nesta vitrine que expõe e divulga a produção intelectual, cultural e artísitca da cidade de Sorocaba.

 

Contato:

Crearte Editora: (15) 3227-7065

 

 

Biblioteca Sorocabana Volume 2 'Educação' - 2006

(15 x 21 cm - 184 páginas)

 

Volume 2 da coleação Biblioteca Sorocabana, reúne 29 educadores sorocabanos que tratam dos mais diversos temas, oferecendo suas opiniões, conceitos, resultados de pesquisas e sugerindo discussões sobre o vasto universo da educação.

 

Contato:

Crearte Editora: (15) 3227-7065

 

 

Biblioteca Sorocabana Volume 1 'História (e memórias)' - 2005

(15 x 21 cm - 162 páginas)

 

Volume lançado em dezembro de 2005, que inaugura a coleção Biblioteca Sorocabana. Reúne 30 autores que tratam sobre a História de Sorocaba. Da pré-história aos dias atuais, cada autor traz sua contribuição para uma maior compreensão da formação social, cultural, econômica e política da cidade de Sorocaba.

 

Contato:

Crearte Editora: (15) 3227-7065

 

 

Sorocaba Operária - 2005

(15 x 21 cm - 152 páginas)

 

Fins do século XIX. A industrialização, grandeza e força do capitalismo no ocidente, gerando em todas as pessoas os desejos de sucesso e de ascensão social.
'Sorocaba Operária' revela os primeiros conflitos entre a classe operária e as grandes indústrias em Sorocaba. Os trabalhadores motivados por ideais de justiça e igualdade e os industriais guiados pela fria realidade do imperialismo econômico.
Tão atual quanto cruel, este livro descreve os movimentos operários, suas causas e suas conseqüências. Coloca-nos frente a frente com aqueles que lutaram por um futuro melhor. Lutaram por nós.
Conhecer sua história é conhecer nossas próprias raízes.
Sentir orgulho é o mínimo que podemos fazer por todos eles!

 

Contato com o autor:


Adalberto Coutinho de Araújo Neto
Endereço:
Telefone: (15) 3011-2347

 

 

Máquinas do Tempo - 2004

(21 x 15 cm - 96 páginas)

 

Este livro contém fotos antigas...
Lembranças, surpresas e fascínio diante do passado. Imagens inspiradoras que nos remetem aos cenários de vidas, idéias, transformações e esperanças.

Este livro contém fotos novas...
A cidade vista em sua melhor forma. Ruas, praças, prédios e avenidas que compõem o cenário do nosso tempo. E pessoas. Nós mesmos empenhados em nossas vidas, em nossas lutas e sonhos.

Muito mais do que comparar o passado com o presente, cada página deste livro nos leva a vislumbrar nossos próprios destinos, não importando o tempo em que vivemos: somos humanos em busca de conquistas e realizações. E somos felizes, simplesmente por estarmos aqui.


Contato com os autores:

 

Paulo e Míriam Rangel
Telefone: (15) 3227-7065
E-mail: rangel@crearte.com.br

 

 

Cururu - Retratos de uma Tradição - 2003

(19 x 25 cm - 88 páginas)

 

Rimas que brotam dos corações dos homens simples e que revelam com alegria e bom humor os valores da vida.

Rimas que compõem a poesia dos contrastes, dos hábitos e dos mistérios que definem a pureza da cultura popular brasileira.

Rimas de amizade, de companheirismo, de honra e de tradição. Rimas de religiosidade, de esperança, de fé.

Este livro é uma homenagem aos cantadores e aos violeiros, abnegados guardiões da tradição do Cururu, fiéis em preservar a beleza de nossa cultura raiz em benefício das futuras gerações.

A eles, nossos mais sinceros e agradecidos aplausos.

Contato com o autor:

Aparecido Garuti (Cido Garoto)

Endereço: Rua Gonçalves Crespo, 271 - Vila Adélia - Sorocaba/SP
Telefone: (15) 3234-1780

 

 

Uma Nau Singra os Mares e Sonetos - 2003

(15 x 21 cm - 74 páginas)

 

Se você acredita no fim da escravidão; se você acalenta ideais de liberdade e de igualdade entre os homens; se você define, conscientemente, as relações que se estabelecem entre as classes sociais em nosso mundo, então você vai apreciar cada verso dos poemas de Pedro José de Camargo.
Atual, verdadeira e repleta de sentimentos nobres, esta obra é uma súplica pela liberdade, pela abolição da escravatura da alma, pela destruição das barreiras sociais que impedem a evolução de nossa própria espécie.
Não há mais espaço para os grilhões da ignorância; não há mais tempo para o egoísmo e para a prepotência.
Somos todos humanos.
Somos todos iguais.
Seremos livres.

Contato com a autora:


Maria Amélia (Amelinha) de Camargo Zenezi
Telefone (15) 3232-0342 / 9104-2628 (Sorocaba/SP)

 

 

Descobrindo o Folclore - 2002

(15 x 21 cm - 64 páginas)

 

Lendas, músicas, festas, brincadeiras - o universo rico e diversificado do Folclore Brasileiro é apresentado por Carlos C. Cavalheiro de uma forma leve e dinâmica, mas com a devida seriedade e respeito aos aspectos pedagógicos, buscando exaltar nossa cultura popular e valorizar as tradições de nossa terra. Com um texto agradável, muito apropriado ao público infanto-juvenil, o autor sabe como reter a atenção dos jovens estudantes e dedica, ainda nesta obra, uma seção especial para os educadores, definindo os principais aspectos de nosso Folclore e sugerindo atividades para trabalhos em sala de aula.
Pesquisador e divulgador incansável de nossa 'brasilidade', o autor orgulha-se em defender o bem mais precioso que um povo pode ter: sua própria identidade.

Leiam, os que forem brasileiros!

Contato com o autor:

 

Carlos Carvalho Cavalheiro
Endereço: Rua Gonçalves Dias, 359 - Vl. Santana - Sorocaba/SP - CEP 18081-040
Telefone: (15) 3211-2512
E-mail: carlosccavalheiro@yahoo.com.br

 

 

Salvadora! -2000

(15 x 21 cm - 196 páginas)

 

Através de um trabalho de pesquisa extremamente criterioso e imparcial, o jovem historiador Carlos C. Cavalheiro reconstrói um período "nebuloso" da história de Sorocaba e relaciona uma série de acontecimentos marcantes levando o leitor a experimentar as sensações de terror, euforia e vitórias que fizeram parte do dia-a-dia daqueles que defendiam as classes menos favorecidas.

Salvadora Lopes, líder operária, comunista, defensora ferrenha dos ideais de liberdade é retratada neste livro com riquezas de detalhes e situada em um cenário real, muito bem documentado.

Leitura obrigatória para todas as consciências que anseiam pela liberdade e pela igualdade entre os homens.


Contato com o autor:

 

Carlos Carvalho Cavalheiro
Endereço: Rua Gonçalves Dias, 359 - Vl. Santana - Sorocaba/SP - CEP 18081-040
Telefone: (15) 3211-2512
E-mail: carlosccavalheiro@yahoo.com.br